Sobre o Melhor Presente do Mundo

Ou Meu Sonho de Colecionar Quadrinhos

Não sei se vocês sabem, mas além de querer ser escritora e esposa do Marcelo, eu tenho outro sonho. Tudo bem, não é voltar a vestir 38: é ser colecionadora de quadrinhos. Eu amo quadrinhos e acho quadrinhos uma coisa muito, muito séria. Desde pequena que sou viciada nas tirinhas do Garfield, e isso foi me levando a gostar de outras tirinhas, e comprá-las também. Meu pai colecionava os quadrinhos do Asterix, o que me rendeu uma boa dianteira na minha aspiração: tenho o Asterix completo, e o melhor, super antigo.
Outras coisas que eu tenho e me orgulho muito é a primeira edição do primeiro impresso do Garfield, que eu comprei no Rio de Janeiro (na feira da Praça XV, que eu recomendo e sempre vou). É a coisa mais linda:



De uns tempos para cá e graças ao meu consorte, fui apresentada aos graphic novels, e minha vida mudou desde então. Já falei aqui que amei Retalhos, estou lendo Persépolis e Sandman. Sexta passada, ele encomendou o Pixu e eu tive o prazer de ler. Essa semana, depois de um cinema fail (tipo assim, quem ia imaginar que segunda-feira depois do jogo o cinema iria estar LOTADO?!), fomos para a Saraiva e eu li Umbigo Sem Fundo inteiro. Também gosto muito de mangá (minha vida por um cosplay da Sailor Moon quando eu tinha 12 anos), mas não me aventuro a ter... Sou meio esquizofrênica e tenho o volume 1, 3, 8 e 25 de vários títulos que eu gostava de ler, e nesse semestre eu criei coragem para baixar todos os capítulos de Sailor Moon. O único mangá que eu tenho inteiro é o meu favorito de todos os tempos, o Karekano.


No futuro eu pretendo adquirir todos os do Tintin, que eu sempre amei e leio na livraria o tempo todo mas não tenho nenhum. Mas esse post todo foi para agradecer ao meu querido, por ter me dado de aniversário/dia dos namorados/metade do natal o melhor presente de todos os tempos, que eu só acabei de ler agora: The Complete Calvin and Hobbes.

Tatau charme dormindo com a língua de fora encostado no Calvin and Hobbes
10 anos de tirinhas, muitas hilárias, 490 páginas por volume. A coisa mais linda que eu já vi passar.


Obrigada, meu amor, por tentar tornar todos os meus sonhos possíveis ;~)
  1. Aaaah ! Senti uma inveja enorme do seu Calvin e Hobbes completo hahaha
    Sou ultra fan de Snoopy/Charlie Brown/Lucy.. Todos os Peanauts lindos do meu coração! hauhauah oh Deus!
    Tenho um livro da Mafalda, mas pra mim o melhor é Calvin.

    Lembrei freneticamente agora de Tintin! Que nostalgia mais estranha viu? Lembro de partes inteiras, de tirinhas incontáveis desse desenho :)

    Tive uma coleção tão, tão pequena de Fruits Basket (manga), e nem fez tanto sentido assim! Pois eu comprava 1 volumezinho por 12 - quase 13 - reais e lia no mesmo minuto. Acho que deveria ter ficado dentro das livrarias lendo manga por manga e estaria rica hoje (oh ilusao >-<)

    E, eu ri com seus episodios de SailorMoon&Cosplay aos 12 ! Baixei faz 2 anos todas as temporadas e via dois episodios todos os dias até o fim. Não fiz com Sakura não sei porque, mas foi really really uma super distração que vale a pena!

    Entaaao...
    Beijo, menina!

    ResponderExcluir
  2. Que lindo!*_*
    Amo colecionar coisas também. A minha maior paixão em coleções é em CD's. E outras coisas antigas que me fazem lembrar o passado( a parte boa que não volta mais)e me renderam muitas histórias! É meio que uma "caixinha de recordação".

    Beijos :D

    ResponderExcluir
  3. Eu sei que não é o foco do post, mas... seu cachorro dorme com a língua de fora *-* que graça!

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca fui muito ligada nisso, mas depois que comecei a namorar passei a ver com outros olhos, já que o Thiago é louco por quadrinhos. Pra ele, o melhor presente que eu já dei foi um livro só de tirinhas do Calvin, há!
    Não conheço muito e tal, mas li a edição definitiva de Watchmen (e vi o filme hahaha) e adorei! É tudo tão lindo, tão bem feito e produzido, uma arte mesmo!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Pudding! :D

    Faz um tempão que não vejo seu blog (sempre esqueço de seguir os blogs pra ficar mais fácil de acompanhar... consequentemente, esqueço de acessar por causa da escola e do cansaço, e perco as atualizaçoes diárias), mas voltei hoje e... Uau! Você não estava brincando quando disse que queria fazer um layout lindo. Fiz até um post sobre isso no meu blog, de tanta inveja! Mas invejinha boa, de admiração, tá?

    Aliás, por falar em inveja... Morro de vontade de comprar a coleção do Calvin & Hobbes. Meu primo em Goiânia tem uma coleção chamada Cabeça Oca, que também é MUITO engraçada. E Calvin > Peanuts sempre. E o que foi aquilo do plágio do And Pudding? Tem gente que não tem mesmo vergonha na cara, né.
    De qualquer jeito, vou voltar a ler O Farol assim que a escola me deixar respirar. E saudades, linda. <3

    ResponderExcluir
  6. Acho que não tem nada mais antiquado do que conversar pelos comentários, um aqui e outro ali, mas tudo bem.

    Pra variar, também acho que seu layout está lindo, mas eu tenho crises de layout como essa, então... Bom. Eu tentei arrumar um layout mais simples, como era antigamente, mas o tal do designer de modelo, é.

    The Sims 3 era complicado demais pra mim antes... E mesmo assim, agora ainda estou na fase de montar os personagens (todas as minhas meninas ficam iguais >_>) e a casa e... é, para por aí. :~

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Marcelo Bernardo9 de julho de 2010 07:49

    E ainda tem gente que não acha que quadrinhos sejam livros hein?
    hsuiahs

    ...
    espero que seja o divórcio.

    ResponderExcluir


25 anos. Mora no Rio de Janeiro, é carioca de alma, mas cearense de coração. É designer e está tentando se encontrar nesse mundo. Sou casada com meu melhor amigo, o Marcelo Bernardo, e mãe da Dindi the Boston.

Gosto de ler, de dormir de rede, de inspirações repentinas e de petit gateau. Mas o mundo seria muito melhor sem aliche gente que fura fila. Ah, e de vez em quando eu desenho.

Autora


Welcome

Tecnologia do Blogger.

Procura algo?






Esse blog está vestido com as roupas e as armas de Jorge, porque ninguém há de copiar esses textos e ilustrações sem dar o devido crédito.