Mau Uso da Língua Portuguesa

Ou Algumas (outras) Considerações

Assunto 1:
Essa semana eu estava no ônibus, na minha, sentada ao lado de uma mulher indo para a casa de uma tia. Eis então que o celular dela toca (desnecessário dizer que o toque oscilava em algo entre Meteoro da Paixão ou O amor é como capim, a gente planta e ele cresce, aí vem uma vaca, come e estraga tudo) e eu ouço a seguinte conversa:

- Oi, mulher fala. Quê? Ô putaria! KKKKK. Nasceu foi? Ô putaria, mulher! kkk. KKK. Sim, mulher, saio às cinco. Então tá.

Falaram-se por mais um tempo, até ela desligar e ligar pra outra amiga:

- Mulher, tu num sabe da putaria. A bebê da fulana nasceu já! kkkkk! Ô putaria! Sim, eu vou visitar ela hoje...

Desde quando o nascimento de um bebê é uma putaria? Tudo bem que aqui no Ceará as pessoas falam de fato "ô putaria" pra várias situações, o tempo inteiro, sem que envolva prostituição ou algo do gênero. Na verdade, uma surpresa-engraçada-piada pode ser respondida com "ô putaria". Mas um bebê... Sei não. Sei não. É por isso que eu ando de fone de ouvido.

Assunto 2:
No aniversário de uma grande amiga do colégio, fomos todos para uma boate daqui de Fortaleza. A noite foi uma mistura de boa/ruim, divertida/péssima. Primeiro as músicas do DJ estavam muito boas, mas depois rolou uma banda muito lixo, cheia de complexos de fama, falando coisas como "Obrigado por essa noite maravilhosa, Fortaleza! É muito bom ver vocês", quando na verdade praticamente ninguém tinha ido pro show deles. Aliás... Quem eles eram?

Nesses intervalos ruins/péssimos, meu namorado chegou a uma conclusão incontestável:
Músicas de axé ou falam de putaria, sexo e obscenidades, ou não fazem o menor sentido. Simples. Acompanhe:

"Pau que nasce torto, nunca se endireita
Menina que requebra pega na cabeça (...)
Domingo ela não vai segurar o tchan, amarrar o tchan (...)
Depois de nove meses você vê o resultado"

"Hem hem hem hem oooooo, eu vou
Hem hem hem hem oooooo, eu voôôou
Hem hem hem hem oooooo, eu vou
Hem hem hem hem oooooo
Lá vai, lá vai, lá vai,
Lá vai o trio e o povo
Levanta coração, sujeito carinhoso"

Obsceno / Sem sentido.

Viu?
  1. Eu entendo que dizer palavrão de vez em quando é libertador. Mas, sério, não precisa exagerar, né? Tem situações que não tem necessidade de usar (como é o caso do nascimento do bebê).

    ResponderExcluir
  2. aff.. que horror! ambos os assuntos. ahuauauha
    :*

    ResponderExcluir
  3. Nossa, o primeiro caso é absolutamente sem sentido mesmo, hahaha.
    Se o nascimento de um bebê é putaria, nem quero pensar o que é todo o resto, hahaha.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  4. ah, pensa assim: pro bebê ter nascido, eventualmente foi necessário putaria.

    ResponderExcluir
  5. Putaria aconteceu né. antes do bebe, mas enfim. haha.
    Axé. Taí uma coisa que eu não consigo entender. o.o
    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. ahahhaa
    eu ri agora!! 'Ow Putaria' é demais..

    sim.. gostou do blog ficando popular?! ahahha
    mas da um trabalhoooo.. ;D

    ResponderExcluir
  7. Às vezes o bebê nasceu de uma putaria. Sabe? Assim, só uma hipótese. Que horror!
    HASUIDHASIUDS
    Discutimos as letras de axé hoje na aula de Sociologia. Chegamos a mesma conclusão.

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho um pouquinho de pena de quem não fala nada que tenha sentido; posso ser crítica demais e as vezes até maldosa. MAS TEM COISAS QUE ME FAZEM REALMENTE CRER QUE ESTOU AGINDO CERTO! Oh Deus, desintupi essas mentes de tudo enquanto pedaço de terra propício à vida de minhocas inúteis e dá a elas dicernimento , POR FAVOR!

    Cahan. Não consigo escutar axé sem rir. Cooooomo pode tanta falta de senso e de estética junta!
    aiai to revoltada hoje, Gabi. Teve um barzinho noite passada que virou o dia com axé e isso me deixou com um bom humor invejável! mwahahah

    ...
    Me sinto até vazia sem uma citação literária ou um filmezinho, menina! Tenho feito uma listinha de 'esses são bons e a Gabi pudding confirma' - mentira. Mas eu anoto todos e vou ler um por um ; se não fosse os livros da faculdade como prioridade ( quem mandou fazer Comunicação , agora é ler a vida toda um sem fim! ) eu já teria lido pelo menos a maior parte! hunf!

    okok,também me sinto emocionada por você não me deixar louca/histérica/injustiçada com uma postagem sem nadinha que me deixe curiosa ! hahaha

    Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Realmente, putaria relacionado ao nascimento? Heuehue!

    De qq forma, axé sim é uma putaria, pq agride nossos ouvidos com essas lindas mensagens, cheias de conteúdo por sinal!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  10. Hahahaha! Têm horas que a gente até ia preferir ser surda, não é Gabi? Na minha época, um nascimento era chamado de, sei lá, benção... shuahsuahusua³ E axé é assim mesmo, só presta pra dançar e olhe lá.
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  11. Nossa, como diz o Felipe Neto, "as pessoas fazem força para serem burras".
    Sério, encontrar um velhinho falando errado porque não teve como estudar e tal's é uma coisa, agora adolescentes, jovens e até adultos falando assim pra mostrar que são "legais" ou dizer que não ligam pra educação é deprimente!

    É uma grande montanha entre elas e a educação! ^^

    ResponderExcluir


25 anos. Mora no Rio de Janeiro, é carioca de alma, mas cearense de coração. É designer e está tentando se encontrar nesse mundo. Sou casada com meu melhor amigo, o Marcelo Bernardo, e mãe da Dindi the Boston.

Gosto de ler, de dormir de rede, de inspirações repentinas e de petit gateau. Mas o mundo seria muito melhor sem aliche gente que fura fila. Ah, e de vez em quando eu desenho.

Autora


Welcome

Tecnologia do Blogger.

Procura algo?

Arquivo do blog






Esse blog está vestido com as roupas e as armas de Jorge, porque ninguém há de copiar esses textos e ilustrações sem dar o devido crédito.