Sobre (novos) Blogs de Moda

Uma coisa é um fato: os blogs de moda e beleza invadiram a internet, e todo mundo se rendeu completamente à eles. Eu mesma tenho vários nos meus favoritos, olho sempre, principalmente os de estilo de meninas verdadeiramente estilosas (como a Alix e a Betty... Sonho com a coleção de acessórios da Alix! Tudo dela é muito lindo, gosh). Também adooooooooro alguns blogs de beleza, sou muito feliz por ter me inserido no mundo onde a maquiagem é algo divertido e te transforma de monstro-recém-acordado para uma pessoa digna.

Entretanto, vejo essa enxurrada de blogs de moda pipocando aqui no Ceará com um certo medo/estranheza/receio. É como passar muito tempo viajando, voltar pra casa e não reconhecer mais onde está... Você acha tudo normal, mas no fundo, sabe que vai demorar para se acostumar com aquilo.

Eu criei meu blog em 2001, blogo desde os 11 anos de idade e graças ao Senhor perdi os meus arquivos há anos, porque com certeza era algo VERGONHOSO. Eu falava sobre o meu dia-a-dia, as coisas que eu tinha comido, fazia pseudônimos e codinomes irreconhecíveis (AHAM, Cláudia, senta lá) para os meus paqueras, e era muito feliz. O blog naturalmente era um lixo, mas isso não importava porque ninguém mais tinha blog, ninguém sabia o que era, etc. Blog era um diário virtual, minha gente.

Nove anos depois, não faz o menor sentido descrever o meu dia, como também não faz o menor sentido manter um diário fiel ("hoje eu lanchei sorvete de chocolate com cobertura de chocolate", vide diário de 1997). Faz sentido ter um espaço onde você possa colocar o que você está pensando, alguma coisa que você viu e gostou, e ainda mais: ter um espaço para expor o seu trabalho (coisa que eu venho tentando fazer).

Eu vejo esses blogs novos, esses milhões de blogs cor-de-rosa, falando sobre esmaltes, looks de celebridades e coisas assim, e não sei como reagir. Primeiro porque a maioria dos posts não é algo original, sempre é alguma imagem que apareceu em algum blog gringo que vale a pena comentar. Segundo porque... Gente, eu adoro esmalte (inclusive, pintei de Rosa Chiclete da Colorama e não recomendo... Na hora ele é lindo, e depois ele fica assim, tão sem graça), mas eu quero ler o que você pensa. Eu quero ver o que você faz, o que você acha das coisas... E não que o Marina é um azul-claro com fundo verde. Se eu quiser saber se o esmalte é azul puxado pro verde, eu vou direto no Mão Feita ou no Unha Bonita e vejo isso. E eu também sinto que, nada mais que isso, o blog virou uma forma de se inserir: hoje em dia, quem tem blog consegue sentar nas primeiras filas, consegue brindes, encontros legais. As marcas querem divulgar o seu produto, e todas as blogueiras vão mesmo sem se identificar, como se tivessem se vendendo por brindes.

Eu também adoro brindes (sééério, coisas de graça são MUITO legais... Tem uma comunidade no orkut SÓ de brindes, passei meses recebendo tranqueiras pelo correio). Mas eu não iria ao lançamento da coleção Gatinha Arreganhada (nome ficticio, mas que infelizmente poderia ser verdadeiro) só porque vou tirar fotos e ganhar um brinde legal, e colocar no meu blog as novidades. Mas isso sou eu. Esse é o meu blog: ele fala sobre nada, e sobre tudo da mesma forma.

Fico pensando que a saída é ter dois blogs: esse e outro, com imagens aleatórias sobre coisas que eu vi e gostei. Mas não ouso fazer isso, primeiro porque dá muito trabalho manter um blog com um certo padrão de qualidade, ainda mais dois; e segundo porque para isso eu teria que ter uma opinião formada e verdadeira sobre diversas coisas que eu realmente não tenho. Amo moda, amo criar, adoro me inspirar com imagens lindas, editoriais maravilhosos e peças inesquecíveis, sou super consumista e no dia que eu tiver um salário decente, certamente vou gastar uma boa fatia com sapatos... Mas não tenho perseverança para fotografar os meus "achados". E além do mais, para quê? Para ser chamada para conhecer novas coleções, ganhar brindes (ai, mas brindes são super tentadores), mostrar meus esmaltes, receber comentários fúteis "adorei aki, passa no meu, to com um sorteio, bjs" (aliás, eu nunca ganhei NENHUM sorteio, e olha que tinha épocas que eu me inscrevia nuns 3 por dia) e ser mais uma na multidão? Não, obrigada.

Posto sobre mim porque me conheço, deixo para quem realmente tem a disposição e a opinião para falar sobre moda com propriedade. Tenho anos de blog, já tive layouts mega coloridos com ilustrações de outras pessoas, já fiz amizades incríveis, já conheci leitoras queridas (ainda me assusto porque vocês existem!), já ganhei uma viagem maravilhosa e um prêmio sensacional. Hoje em dia não é mais assim. É claro que eu queria ganhar um sapato do Alexandre Birman por ter o blog com o nome mais curioso, mas ao invés de estar na ala "das blogueiras", eu estava no meio da multidão, fazendo desenhos aleatórios e pensando na vida, no Último Mestre do Ar que iria estrear em breve, e em como Coração de Tinta era um livro gostoso de se ler.

E ah, para mim, colocar mil fotos do esmalte do dia é que nem falar sobre o Edward Cullen ou o Jacob: zzzzzzzzzzzzz.
  1. Então, também estou na blogsfera há quase o mesmo tempo que você e não sei se é por isso que tenho um opinião muito parecida com a sua.
    Já tive blog estilo diário, mas hoje em dia não sinto mais vontade de falar sobre a minha vida. Mas também não sinto vontade de falar de coisas completamente alheias. Assim como você preferi ficar no meio termo.

    ResponderExcluir
  2. Valha... eu comentei e sumiu... O__o
    Como eu dizia... n conseguiria nunca ter blog pq não sou do tipo que se expressa com facilidade pra pessoas com quem não tem muita intimidade. Sem contar que fazer um blog é estar sujeito a críticas e eu tenho a tendência de não saber lidar mto bem com elas ahahahah Porque.sempre.estou.certa. e iriam tentar provar o contrário... sem conseguir, logicamente U___________________________U
    E odeio a Betty e todas as roupas lindas dela... e as viagens e festas legais q ela participa... e toda a fofura e beleza dela! Odeio, odeio, odeio! ahahahhahahah

    ResponderExcluir
  3. Super concordo, vc disse tudo o que eu queria dizer e não conseguia.
    Acho tudo isso muito chato e todos esses blogs de modinha tão ficando muito cansativos, pra falar a verdade. Queria algo novo... haha
    Adorei o texto! Bjs

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. adorei a sua sinceridade! afinal, acho que a maioria das pessoas lê o que quer porque se identifica...
    no meu caso, me identifico mais com quem escreve coisas sobre si, sobre sentimentos, do que com quem escreve sobre esmaltes e outras coisas um pouco supérfluas...!

    beijoss!

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho uma preguiça desses blog de moda/beleza.
    Adorei sua sinceridade.
    Também acho que pra esse tipo de coisa a pessoa tem que realmente conhecer o que ela tá falando e ter uma opinião formada.
    Enfim

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Bom, eu sigo a mesma linha de pensamento q vc, dona Pudding.
    Fui da geração blogs piscantes com detalhes do meu dia-a-dia (e ainda usava meu nome pra isso... gizus!, mas com um pouco de força de vontade consegui deletar tudo. rs
    Não vou dizer que não leio blogs de moda e afins pq leio... mas é tipo leitura seletiva, sabe? Funciona com a faculdade, funciona com os blogs. :)
    Gosto de quem escreve/compartilha coisas legais, pensamentos interessantes, imagens curiosas... e, ó, gosto do pudding há tempos! ;D
    (e sobre a saia do mickey, eu pensei a mesma coisa: queria mto poder usar aquilo - amo mickey, minnie e sua turma - mas não ia combinar comigo :/ )

    beeijo

    ResponderExcluir
  8. Ah, as vezes perco a paciência com a inclusão digital, hahahaha.
    500 blogs iguais, com gifs piscantes pela página toda, post inteiros em Caps Lock verde limão, e o pior, sem nenhum conteúdo
    =X
    Sorte que tem mta gente que se salva!
    *_*
    Beijosss

    ResponderExcluir
  9. Tudo bem... concordo com vc em algumas coisas!!
    mas acho q isso é só uma fase!! daqui uns 2 anos a maior parte desses blogs vão sumir!
    Só os bons vão continuar! Assim eu acredito!

    E o meu, que é um blog cor de rosa, opss.. magenta, hahah, eu adoro!! e tenho me divertido demais juntando informações uteis, ou não!! é como uma pasta de imagens favoritas q (quase) todo mundo tem guardada no computador!

    não sei se o meu vai resistir e se vai existir daqui 2 anos, mas espero q sim!! ele tem me feito tãão bem ;)
    tenho conhecido muita gente legal, e os brindes?! eu adoro! ahahahh
    Vai dizer q vc não ia gostar de ir na Meia Sola, conhecer Alexandre Birman e ainda ganhar uma bolsa linda da Schutz?! ;D

    e acho q no meio disso tudo, existe sim boas blogueiras por aqui..
    e eu nao tenho vergonha de me considerar uma blogueira (viu Flavia?! achei sua opinião meio extremista.. heheh)

    quem me dera ganhar a vida blogando!!!! ;P

    ResponderExcluir
  10. Ah, super recomendo piqueniques! Mega diferente! E rende lindas fotos, claro... Mas olha, fotógrafa JAMAIS sai nas fotos, na verdade somos bem bicho do mato. hahah ;)

    Também já refleti sobre esse assunto e concordo: quanto mais impessoal, menos interessante. O único blog estilo "MUITO PESSOAL (4 SURE), 0% DE COMPRAS/ESMALTES/WHATEVER" é o Substantivolátil.com. Conhece? E ah, tem o teu também. Raro acharmos blogs nesse estilo... That's the way it is. xxx

    ResponderExcluir
  11. Seu blog é liiindo, adorei passar por aqui!
    Já estou senguindo :D

    Passa no meu e dá uma olhadinha.
    xoxo

    ResponderExcluir
  12. Você tem toda e extramente razão. Tem muitos e muitos blog de moda por aí, e sinceramente, entro em todos mas nunca os leio, sempre vejo as fotos e só!
    Porque é exatamente isso que esse tipo de blog faz: "vende" imagem.

    Agora, difícil achar um blog como o seu e o da Popnoid, onde possa ler realmente algo.

    Eu tenho umzinho, bem xoxinho, mas é meu e nele eu falo o que eu quero, sobre coisas normais da vida.

    Adorei aqui, passa no meu??? Hahahahaha... brincadeira.

    ResponderExcluir
  13. Eu também comecei com um blog em 2001, ele era igual a um diário e tinha um lay cor de rosa e da hellokitty! Sabe o nome dele? meumundinhocorderosa! uhehuehue! Graças a Deus também perdi meus posts passados e com as responsabilidades da facul e dos estágios eu sumi da vida online. Agora que eu tô desempregada e sem nenhuma cadeira na facu (ainda não comecei a monografia, oh céus!) resolvi voltar a fazer um blog. Não me importo se as pessoas vão ler ou não, se gostam ou não, mas pelo menos é um jeitinho de se sentir útil. Adorei o estilo do seu blog mas adoro também aqueles blogs fúteis que mostram esmaltes e maquiagens, vou nem mentir!

    beijoo

    ResponderExcluir
  14. Também tenho blog desde dos 11 e também dou graças a Deus que ele não existe mais, era um lixo e era vergonhoso xD
    Concordo com você.

    ResponderExcluir
  15. hahaha, muito a minha opinião. sei lá, ver a roupa da pessoa simplesmente por ver a roupa da pessoa não faz muito sentido pra mim.
    (comecei a ter blog aos 13 e tomei a iniciativa de eu mesma apagar com os arquivos. voltei a ter de verdaaade esse ano, porque acho que já tenho coisas interessantes pra dizer - mesmo que seja só pra mim mesma).

    ResponderExcluir
  16. Também blogo há um tempão já (parei pra fazer as contas e lá se foram 9 anos), e é realmente impressionante a mudança do perfil dos blogs.
    Mas né, acho que a modinha dos blogs é que nem as modinhas musicais. Um dia gostar do Sidney Magal foi POP.
    Talvez postar sobre coisas como esmalte e maquiagem seja o caminho mais rápido pro sucesso porque você não precisa pensar muito pra ter uma opinião sobre eles. Ele descasca, ele é cintilante, etc. Sem contar os brindes.
    Não entendo quem gosta de falar sobre essas coisas porque, pra mim, o mais legal de blogar é encontrar pessoas que se identifiquem comigo.

    Continuemos sendo parte deste pequeno grupo de blogueiras saudosistas e egocêntricas, porque this too shall pass. hahahah
    beijo!

    ResponderExcluir
  17. OI!
    Em primeiro lugar eu não conhecia o seu blog e quem me indicou foi a Flávia, então entrei e já gostei muito da 1a postagem! =) Concordo tanto contigo, demasiadamente! Hahahahahah!
    Uso a internet desde muito nova (9 anos já estava nessa vidinha) e adorava ter blog e falar sobre essas besteirinhas do dia-a-dia, do tipo: "nossa, hoje fiquei na escola até 15 horas e vi aqueeele gracinha do basket e...".
    Hoje em dia os blogs invadiram Fortahelleza pode ser que nem todas se vendam por brindes, mas acredito que grande maioria sim! Fora aquelas que nem na faculdade estão, sabe 15 anos e se acha da moda-descolada-digna-coisa-e-tal? Assim que algumas se acham!
    Sou bem contra de blogzinhos que falam de esmaltezinhos, roupinhas que usaram e sei mais lá o que, sentados em 1a fila de eventos de porte grande como o DFB. Pensava até que essa modinha já estava diminuindo, mas nada! Andei dando aquelas olhadinhas no twitter e parece uma multiplicação de sei lá que de onde ela apareceu e continua aparecendo, logo depois da novela "Tititi" creio que a tendência (?) é piorar também!
    Muitos dos blogueiros nem fazem a graduação de moda, mas acho que isso também não é algo errado, só queria também como você disse: opinião própria. O pior de tudo que tem gente da minha idade ou quase da minha idade, 22 anos, que demonstram ter uns 12 com certos blogs.

    Parabéns pelo o seu blog-digno, gostei. Muá =*

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Também já tive um blog. Nem digo que era vergonhoso, mas não o atualizava sempre. Foi então que depois de um tempinho de tê-lo excluído, resolvi fazer outro. Onde posto os meus contos, acho incrível o sucesso desses blogs! Até procuro por novidades sobre esmaltes. Mas tenho preferência por blog com conteúdo que faz o leitor refletir.

    Excelente texto. Amei o teu layout!

    Excluir o outro comentário só pra consertá-lo. rs!

    Beijos Gabriela!

    ResponderExcluir
  20. Explicando que esse "incrível" do comentário acima, é só pra dizer que acho que esses blogs ficam conhecidos muito rápido. Com um assunto tão usado. rs!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Não tenho nada a acrescentar ao seu texto a não ser um [2] no final dele. Não tenho saco pra blogs de moda - às vezes as ''escritoras'' deles até comentam no meu, mas minha disposição em trocar comentários some ao ver muitas coisas piscando e se movendo no blog tal. Eu já tive isso, claro, mas, por favor: bom senso hoje se dá de graça, né?
    A gente, por pensar assim, pode até ser vista como arrogante (longe de mim achar o meu blog maravilhoso), mas... Pelo menos a gente sabe do que tá falando. Ou tenta.

    Enfim, Gabriela, geniais todas as suas colocações.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. pseudo blog de modzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz..............

    ResponderExcluir
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  24. AIAI Gabi! Espera um pouco! Não poste nada ainda porque minha lerdeza incontida ainda não me permitiu fazer um comentário decente! hahaha

    Vou te contar um segredinho, mas fica entre nós hein, porque DUVIDO que as pessoas perdem tempo lendo o vigésimo sei lá o que comentário HAUHAHA.
    Mas vai: não tenho paciência nem pros blogs de moda popzinhos, quanto mais pra os vilões. Aliás! Você sabia que a palavra vilão veio de 'aquele que mora na vila' mais ou menos da época medieval? RSRSRS Então, no meio do minha cultura completamente inútil ( mas divertida, pode falar! HAHAAH ) eu classifico esses OUTROS blogs de moda como vilões. Isso mesmo. hunf.

    Sou uma pessoa completamente alheia ao que está acontecendo no mundo da moda mas adoro moda bem-bem de algumas décadazinhas pra trás e, dá-lhe Twiggy, eterna deusa e linda ever!

    Outra coisa menina Gabi! Adoro seu blog assim. Pode deixar lindo porque se não NÃO TE LEIO MAIS. *puro drama* é, ai, AI de você se não me der indicações ou atrapalhar minhas tardes loucas de relatórios de Circuitos Artísticos ou textos gigantérrimos pra antes de ontem com suas indicações! É. Pode ir tirando o cavalinho da chuva (do fundo do baú!). Preciso de me destrair e tenho uma Gabi (o nome ajuda, né) pra cumprir com seu papel de minha fiel escudeira! HAUAHHA

    e... snif... nunca ganhei um só prêmiozinho... acho que vou inventar que ganhei só pra satisfazer meu ego... :((((((

    TE ADORO, GABI! PODE ESCREVER LINDO ASSIM SEMPRE! <3

    ResponderExcluir
  25. Quando descobri que o blogger (falecido!) havia excluído meu blog de adolescente, fiquei muito feliz, como você disse: Vergonhoso!
    Como já disseram em algum dos comentários, não demora muito para esses blogs sumirem!!!

    Gostei da maneira como você escreve. :)

    :*


    P.S.: Fortaleza?! Amo esse lugar, sou de São Paulo, mas minha família quase inteira mora por aí.

    ResponderExcluir
  26. É claro que um blog q descreve passo a passo o dia da autora pode ficar chato. Mas pegar um pensamento e jogá-lo no blog, como vc mesma falou, é super legal. É claro que moda é um assunto interessante, mas não é qualquer um que pode criar uma pg e sair falando disso TD hora. E outra coisa: se eu tenho um blog, eu quero ler outros para saber das PESSOAS, de uma realidade próxima da minha, e não do que as celebridades andam fazendo... Ainda bem que meu blog é de comédia! hahaha Quer dizer, eu posto desde histórias até acontecimentoe e/ou pensamentos. Contanto que seja engraçado! Amei seu blog, te espero no meu, bjão!

    ResponderExcluir
  27. Falou e disse! Eu já estou tão cansada desses blogs...parece tudo igual. Não tenho mais paciência pra eles não. Acho que as pessoas tão vendo que eles estão fazendo sucesso, que as blogueiras viraram super vips e querem fazer igual...Aí, é claro, ficou saturado...
    ótimo post!
    beijo!

    ResponderExcluir
  28. Tenho uma opinião bem parecida. Visito com frequência alguns blogs de moda, maquiagem e essas coisinhas, curto muito e tal, mas me incomoda bastante também essa atual mania, essa coisa de profissão: blogueiro que parece ter tomado conta.
    Hoje, com a enorme quantidade de fontes e informações, apenas repostar o que alguém já postou é chato, repetitivo e vazio, e existem aquelas pessoas que conseguem seu lugar ao sol, mas são uma ou outra em meio a milhões. E as pessoas ficam com essa ideia de que um dia chegarão lá, serão famosas, recebrão produtos grifados de graça pra testar e blablabla. Pode acontecer, mas a pessoa vai ter que rebolar pra isso.
    Adorei seu blog!
    beijos

    ResponderExcluir
  29. Bem, eu também acredito na teoria das fases. Daqui a pouco isso passa. O bom era antigamente: quem realmente tinha algo a dizer, abria um Blog; quem só queria postar imagem, tinha um Flog (e era pop!). Simples assim!

    ResponderExcluir
  30. Eu nunca tive um blog, há não ser os dos exercícios chatos e sem noção das aulas de informática do colégio (q bom). Já pensei muitas vezes em ter um! Mas igual a você Gabi, compartilho a idéia de que fazer blog para falar algo que todo mundo já falou, ou pegar algo nos beroux pagos e por como o descobridorfurodatendênciamusthavedaestação. É acho que prefiro ficar anônimo, até ter algo legal para mostrar!

    Bom blog, beijão!

    ResponderExcluir
  31. Gosto muito do seu blog, exatamente porque nele vejo personalidade.
    E acho que é disso que os blogs precisam mais: a personalidade e gostos sinceros de quem escreve.

    Beijo, bom dia pra você!

    ResponderExcluir
  32. Esses sites com concursos, brindes são tão legais!
    Eu vou ser sincera com você, eu meio que tenho problemas com o meu blog. Aliás não é com o meu blog é com os meus textos. Eu tenho problemas para escrever alguma coisa legal e ne maioria das vez eu não gosto do que eu escrevo. Isso é tão ruim! :\

    Parabéns pelo seu blog.
    Super peculiar, é um dos que eu mais gosto de ler!

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  33. Curti muito o seu blog e me identifico em partes com o que você disse.
    Também blogo desde os tempos áureos da net discada com o provedor do IG sempre caindo, tempo do mirc e afins. Minhas postagens eram tão bestinhas, tipo o que eu fiz/comi durante o dia, desabafava as brigas que tinha com o ex-namo, falavas das tosqueiras que eu curtia na época.
    Meus layouts? Horriveeeis! Dignos de vergonha alheia heuheuheu
    Ainda bem que não tenho mais os arquivos daquela época (uma boa época por sinal...).
    Mas eu até curto o surgimento de vários blogs de moda/beleza e afins, e apesar das "cópias" (pq eu penso que, se tem cópia é por que a coisa faz sucesso né?), uma pessoa que cria um blog por modinha ela não irá durar muito tempo na "blogsfera", ter um blog requer uma dedicação, e se a gata for esforçada ela vai ler mais, pesquisar mais para aprender mais, para poder nos dar altas dicas (até um tempo desse eu não sabia me maquiar direito), apesar das "futilidades", as pessoas que blogam, expõem a sua forma de pensar sobre tal assunto, dão a opinião própria e assim com dia a dia amadurecem nas suas postagens.

    Não criei um blog por modinha, e sim por que eu gosto de blogar, de forma livre, com os meus pitacos e opiniões. E ao longo do tempo adorei ver que eu tinha leitoras, que mais tarde se tornaram minhas amigas e eu penso que é por isso que eu gosto muito de ter um blog.

    Não criei um blog para ir para a primeira fila de algum desfile badalado e tals, (eu até curto ir a eventos de moda), mas pra mim primeira fila é pra quem trabalha na área. E o fato de ir a eventos e ganhar brindes? Quem não curte? Assim que a gente conhece um monte de gente bacana e ainda reencontra as amigas.

    *Flávia: postar dizendo que vc nunca vais usar aquilo/ou isso e depois postar dizendo que ama e quer pra ontem é normal, o ser humano vive em constantes mudanças, os gostos mudam. Faz assim, se vc olhar pra trás vai ver fotos suas do passado, e vai pensar eu nunca usaria isso de novo, que "ridiculo", vc mudou e a moda também... Acontece!

    Espero blogar sempre que me der vontade, sem cobranças ou pensando no que os outros acham, (se é modinha ou não).

    Aliás eu acho que tá virando modinha falar mal da modinha dos blogs de moda. Que clichê ein.

    Um cheiro ;)!

    Ellen Diana.

    ResponderExcluir
  34. Concordo com você, porém blogs de moda é uma tendência do mercado... eu estava até pensando em escreve minha monografia sobre esse novo nicho de mercado.
    Definitivamente meus blogs na época de escola eram muito infantis e sem conteúdo nenhum.. ;/ vergonhoso só de lembra que eu escrevia muita coisa errada.
    Hoje eu não me arrisco criar um blog.
    O que poderia dizer que você passou por todo processo da evolução do blogs por isso chegamos ao que temos hoje, uma ótima escritora que têm um futuro incrível.

    ResponderExcluir


25 anos. Mora no Rio de Janeiro, é carioca de alma, mas cearense de coração. É designer e está tentando se encontrar nesse mundo. Sou casada com meu melhor amigo, o Marcelo Bernardo, e mãe da Dindi the Boston.

Gosto de ler, de dormir de rede, de inspirações repentinas e de petit gateau. Mas o mundo seria muito melhor sem aliche gente que fura fila. Ah, e de vez em quando eu desenho.

Autora


Welcome

Tecnologia do Blogger.

Procura algo?

Arquivo do blog






Esse blog está vestido com as roupas e as armas de Jorge, porque ninguém há de copiar esses textos e ilustrações sem dar o devido crédito.