Sobre Estórias

"Indiscritível é a sensação de ter as imagens claras em sua mente e não conseguir colocá-las para fora da forma que viviam dentro da sua cabeça. (...) Gosto de escrever estes textos, mas são sempre batalhas sem vencedor, perguntas sem respostas, sem nem mesmo ponto de interrogação. Começo e um turbilhão de idéias quer sair voando descontroladamente e, sem muito sucesso, coloco ordem na fila e vou desenvolvendo um texto que, na maioria das vezes, não alcança o destino planejado, apenas aponta para ele. Gosto do resultado final, tenho gostado cada vez mais, mas ainda assim não são as palavras suficientes para transmitir minhas mensagens. Menos ainda minhas imagens, baixo sussuro que travo consigo mesmo, conversa franca e direta que nem ao menos intenciono esgotar ou esclarecer. Olho o mundo para desenhá-lo e, desenhando-o, entendo e vejo e existo nesse mesmo mundo.

Não escrevo textos filosóficos que pretendem desvendar mistérios como o da existência humana, nem somente para encher linguiça e embromar a mim mesmo com frases feitas e palavras sem vida. Escrevo porque me importo; escrevo para quem se importa; escrevo para quem importa".

Texto extraído do livro Fanzine, escrito por Gabriel Bá


Layout novo... :)
Ainda estou me acostumando, tem muitos errinhos que incomodam o meu TOC, mas já(r) já(r Binks) tudo estará nos conformes.

Em breve, novo post! E, seguido por ele, outros e outros posts virão... Porque não há nada mais gratificante do que escrever, continuar escrevendo e, ainda por cima, ser lido.

  1. Soldier - Hanson

    Can I hear the story about the one legged soldier please
    And can you tell me the story of the soldier please
    One more time or I'll knock your nose off

    Not so long ago in a toy room not so far away
    Lived a boy who had so many toys
    And he didn't know what to do with them all
    With them all, with them all
    Well his favorite of all the toys were the tin soldiers, the tinsoldiers
    And the one that he loved the most was the one with the missingleg
    At night the toys would come alive or that's how the story istold
    And there they met the soldier with the missing leg
    And the ballerina with the heart of gold
    At night they would share each others dreams
    Under the stars shining bright
    But they were too shy to speak of love, to speak of love

    One day the boy sat them on the windowsill
    To watch for the enemy coming over the hill
    But when the wind blew it knocked him into the street
    And the boys from the town they said

    Won't you look at the one legged soldier
    Let's stick him in a boat and send him far away
    'Cause I can't find a use for a soldier with a missing leg

    And he was lonely, so lonely for a friend
    And he was lonely, so lonely for a friend

    As he floated past a river rat
    On his homemade boat
    Well the boat began to sink
    And he sank to the bottom of the river
    He got swallowed by a fish
    Caught by a fisherman
    Sold to the family of the boy who had the toys

    And the cook said look at the one legged soldier
    It looks just like the one we lost the other day
    Could this be the boy's tin soldier with the missing leg

    And he was lonely, so lonely for a friend
    And he was lonely, so lonely for a friend

    As he sat on the mantle piece to dry from the river
    The ballerina who held his heart sat at his side
    And when they got up to dance with each other
    They fell by the fire blazing bright
    When he jumped to save her from the flames
    Their bases began to melt into one in the same
    And now they share each others destiny
    Together forever they will be

    And they are no longer lonely for a friend
    And they are no longer lonely for a friend

    Not so long ago in a toy room not so far away
    Lived a boy who had so many toys
    And he played with them all
    With them all, with them all
    Well he had a ballerina and a one legged soldier, stuck togetherat the base
    And they share each others destiny as they sit on top of themantel place
    It's the story of the one legged soldier
    The story of the one legged soldier
    The story of the tin soldier with the missing leg

    ResponderExcluir
  2. Ei Gabi!
    Lindinho o lay, eu acho mto fofinha a estória do soldadinho de chumbo!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  3. Gabi, o blog está lindo!!!

    Parabéns, amei a nova ilustração de ballet!!!

    PARFAIT!

    Beijoss

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro esse livro do Fábio Moon e do Gabriel Bá! Me fez entender um monte de coisas.
    E o layout está LINDOLINDOLINDO, deixe o TOC de lado.

    ResponderExcluir
  5. Amei a reflexão sobre as idéias. Depois dou uma olhada no fanzine. :D
    E o layout está LINDOLINDOLINDO, deixe o TOC de lado. [2]

    ResponderExcluir
  6. O trecho faz todo sentido! Me sinto da mesma forma ^^
    Lindíssimo o novo layout.. combinou muito!
    =)
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  7. Gabi, ta liiindo o layout!! como sempre fico encantada com sua arte gráfica!! parabéns amiga!!
    ;***

    ResponderExcluir
  8. O layout tá lindo, como sempre! Parabens!
    (já disse que adoro seus desenhos? acho q sim ne rs)
    :*

    ResponderExcluir
  9. Eu sou encantada com seus layouts e você bem que podia fazer layouts para pessoas querida hauhauahauha no caso pra xarás seria mais máximo ainda. brincadeira hauha

    Você vai me deixar doida é Gabi? MINHA NOSSA! Meu dinheiro vai embora com o xerox e quero comprar livros que você cita. Deixe só eu ser rica - o que vai ser quando eu for uma Publicitária famosa - e ter tempo - o que vai ser quando eu me aposentar hahah.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. Que belo texto. Que bela intenção.
    Não sabia que o Bá tinha escrito um livro.
    Amo os quadrinhos dele e do Moon!
    E Pud, o layout está incrível. Digno de Pudding. ;)
    Bjo!

    ResponderExcluir
  11. Não deixe o TOC de lado, ele preserva o lado especial das pessoas.
    shuiahsias
    De verdade.
    Bagelzinho de chumbo... lindo
    ;@

    ResponderExcluir


25 anos. Mora no Rio de Janeiro, é carioca de alma, mas cearense de coração. É designer e está tentando se encontrar nesse mundo. Sou casada com meu melhor amigo, o Marcelo Bernardo, e mãe da Dindi the Boston.

Gosto de ler, de dormir de rede, de inspirações repentinas e de petit gateau. Mas o mundo seria muito melhor sem aliche gente que fura fila. Ah, e de vez em quando eu desenho.

Autora


Welcome

Tecnologia do Blogger.

Procura algo?

Arquivo do blog






Esse blog está vestido com as roupas e as armas de Jorge, porque ninguém há de copiar esses textos e ilustrações sem dar o devido crédito.