Always by my side

Eu nunca estou sozinha. Em todos os momentos da minha vida, olho em volta e vejo vocês. Já que eu nem sequer consigo lembrar o nosso primeiro encontro. Parece que vocês sempre estiveram ali. Faz tanto tempo que nos conhecemos e estamos juntos; alguns de vocês já faz tanto, tanto tempo que a minha memória sequer consegue alcançar.

Por mais que, em alguns momentos, nossa relação passe por turbulências (que relações não passam?), que aconteçam crises de ciúme (às vezes sem justificativa, às vezes com uma justificativa muito mais do que plausível), que nós passamos dias, até semanas e às vezes meses sem nos falar... Eu sei que vocês continuam ali. E eu sempre vou continuar aqui, para vocês, sempre que vocês precisarem. Porque, olha, não tem nada nesse mundo que eu aprecie mais que a sua companhia. Adoro ficar com vocês, nos divertindo. Adoro quando vou com vocês pras festas (tudo bem, já faz tempo que isso não acontece), adoro nossas viagens, mas adoro mesmo quando estamos conversando. Adoro ouvi-los, adoro quando me contam tudo que tem passado, o que estão sentindo. Aliás, nossa relação é tão intensa que juro que nem sempre precisam falar: só de olhar eu sei, eu sei que vocês não estão bem, eu sei que estão apaixonados. Eu sei o que vocês sentem, assim como eu sei que vocês sabem como eu estou também. Cada sentimento meu acaba sendo refletido nas suas ações. E os sentimentos de vocês me influenciam também.

Gosto de cada um, e é muito. Não posso dizer que é da mesma forma, porque todo mundo sabe que não é assim, sempre existem os favoritos. Mas cada um ocupa um papel na minha vida que não pode ser substituído, que por mais que nós não tenhamos sido assim, muito próximos desde que nos conhecemos, eu sei que ninguém seria melhor para determinada coisa que algum de vocês. E acho que vocês devem gostar de mim também. Confesso que nem sempre... Nem sempre sou boa, às vezes tomo decisões que vocês gostariam (amargamente) que eu não tivesse tomado. Mas assim que a vida é, e é assim que as pessoas são. Todos nós erramos... E vocês também erram.

Nossa amizade sempre teve altos e baixos, mas ela é tão forte que é capaz de superar qualquer coisa. O amor que sinto por vocês supera tudo. Afinal, eu os criei. Vocês são parte de mim... E eu sou uma parte integral de vocês. Vocês têm o meu amor.

Aos meus 14 personagens amados, toda a minha devoção.

Gabriela



----------------------------------
Algumas observações:
  • Estou entrando na fase do meu ano que é o TOLOKSURTEISOCORRO, chamado final de semestre. Terei que fazer uma coleção conceitual em uma semana, e depois transformá-la em comercial E produzir três looks para um desfile. Creio que irei postar comentando um pouco esse processo criativo, que é uma loucura, mas só depois... :) Bom, o que eu queria dizer com isso era: estarei ligeiramente ausente durante esse período.
  • Eu tentei fazer uma ilustração em que todos os meus queridos 14 estivessem juntos, porque em milhares de anos de existência, esse desenho nunca foi feito. Mas ele estava dando muito trabalho, e eu não consigo sentar e perder horas no photoshop sabendo que eu deveria estar fazendo uma coleção. Então fiz esse mosaico com os desenhos mais marcantes que fiz durante 2007 e 2008, anos em que eu não fazia nada além de desenhá-los compulsivamente.
  • Até breve!
  1. Queria saber desenhar e ter critatividade para inventar personagens assim tão marcantes.
    Boa sorte com o final do semestre, Gabi!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Gabriela, eu acabei de ler seu post sobre livros e como eu ri! Também acho que Harry Potter foi um dos portos seguro da minha adolescencia! E eu queria te indicar um livro que eu achei excelente e único! Chama A Invenção de Hugo Cabret de Brian Selznick.
    Vale a pena ler, até porque vão fazer o filme dele e, como voce deve fazer uma idéia, as adaptaçoes de livros sao terriveis! rs
    E boa sorte com a facul!!!

    bjus

    ResponderExcluir
  3. Ah que post mais bonito. Fora as ilustrações dos personagens, babei aqui Gabi.

    Essa fase de fim do primeiro ( e do 2º mais ainda) trimestre é uó! Semana que vem já tenho um monte de provas... Prefiro nem pensar...

    ResponderExcluir
  4. Também crio personagens aleatórios! Mas nenhum que tenha um grande background e esse tipo de coisa.
    Eu adoraria saber mais sobre esses seus personagens, fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  5. OIe, conheça o que tem na minha caixinha fashion !!! http://caixinhafashion.wordpress.com/ Comentários são sempre bem vindos! ❤

    ResponderExcluir
  6. Ahh, eu queria muito saber desenhar!!
    Mas sempre que invento uma história mirabolante na minha cabeça crio os personagens, tenho meus favoritos e fico alguns dias pensando neles, hahaa.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Faço minhas as suas palavras.

    De todo o coração.

    :~~

    ResponderExcluir
  8. eu crio personagens desde criancinha, que vivem comigo os meus problemas e estão lá pra substituir os amigos que eu sempre quis fazer e nunca consegui.

    e pela primeira vez, de verdade, me sinto normal. isso chega até a ser perturbador.

    obrigada, gabriela :]

    aliás, lindos desenhos.

    ResponderExcluir
  9. Eu seria uma pessoa mais feliz se soubesse desenhar. E se tivesse um layout tão lindo quanto o teu. ;/

    Um beijo, queridona!

    ResponderExcluir
  10. Gabi!

    Não são amigos de verdade?
    Beijocas e bom processo criativo *\o/*

    ResponderExcluir


25 anos. Mora no Rio de Janeiro, é carioca de alma, mas cearense de coração. É designer e está tentando se encontrar nesse mundo. Sou casada com meu melhor amigo, o Marcelo Bernardo, e mãe da Dindi the Boston.

Gosto de ler, de dormir de rede, de inspirações repentinas e de petit gateau. Mas o mundo seria muito melhor sem aliche gente que fura fila. Ah, e de vez em quando eu desenho.

Autora


Welcome

Tecnologia do Blogger.

Procura algo?






Esse blog está vestido com as roupas e as armas de Jorge, porque ninguém há de copiar esses textos e ilustrações sem dar o devido crédito.