Drogas pra quê, né?

Eu sonho em cores.
E por isso, não quero dizer que as outras pessoas sonham em preto e branco. Sonho em determinados tons: já sonhei numa praia onde tudo tudo era tons de laranja e turquesa, bem quente e Farm. E também que tudo estava azul. Já tive sonhos cinza, sonhos sépia.

Vivo sonhando também que a protagonista do sonho não sou eu, e sim alguma personagem que minha mente inventou durante a noite. Vivo thrillers, perseguições, faço planos para salvar a minha própria vida... Um dia desses combati uma Sociedade Secreta da qual minha família fazia parte à gerações, cujo líder era um professor maluco com um monóculo e bigode, carregava um cetro/bengala com um enorme rubi na ponta e havia criado um monstro aranha-de-agulhas. E o sonho se passava no século XIX.

Outro dia, sonhei que o Rivers Cuomo havia se tornado o 5º Beatle e eu ia visitá-los. Eles dançavam pra mim (OS BEATLES) como se fossem os Backstreet Boys, mas de repente todos eram feitos de papelão (?), menos o Rivers. Inclusive, ele estava fazendo um pacto de silêncio o tempo todo e só dublava (?); tudo bem, porque assim que nos encontramos, nos casamos e ele voltou a falar. E esquecemos os outros Beatles-papelão, menos o George Harrison, que me serviu chá e conversou horas comigo. (?)

Por isso, sempre que alguém me fala "nossa, sonhei que meus dentes caiam!", eu sorrio por dentro. Ah, se eles imaginassem o que os meus dentes são capazes de fazer nos meus sonhos...
  1. Os sonhos sempre foram uma fonte boa de ideias, né?! O incrível é saber que somos nós mesmas que criamos essas ideias mirabolantes.
    Outro dia sonhei uma coisa muuito doidona! Depois te conto! ;**

    ResponderExcluir
  2. Uma vez, eu li em algum lugar, que nós só sonhamos com quem conhecemos. Nem que tenhamos visto a pessoa apenas uma vez, andando na rua.
    Vira-e-mexe eu também sonho com os Beatles, esses sonhos sempre são em preto-e-branco e eu sou parecida com a protagonista de Educação.
    Acho tão triste quando não lembro do que sonhei. :(

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Gabriela, seu post tá demais! Sempre tive curiosidade de saber se alguém tinha sonhos loucos como os meus, haha. Eu sonho todos os dias e é muito raro eu não me lembrar deles. Sonho em cores também e meu sonhos são totalmente malucos. Quando é um sonho meio aterrorizante, eu não consigo gritar, me esconder ou correr, haha. Sempre assim. Adorei o design do blog, te sigo. um super beijo :*

    ResponderExcluir
  4. ah, isso de sonhar com uma protagonista diferente sempre acontece comigo. acho chato. geralmente, ela vive coisas super legais no meu lugar! tenho inveja.
    mas o que eu sonho muito mesmo é com animais falantes. muito. outro dia, minha mãe, pessoa que deveria me amar no matter what e me apoiar em todas situações da vida, disse que isso estava começando a ficar esquisito.

    ResponderExcluir
  5. Ahh, eu geralmente sou a protagonista dos meus.. E acho que nunca inventei personagens, hahah. Meus sonhos tem as cores normais mesmo, hehe.
    Beiijos Gabi!

    ResponderExcluir
  6. Que alívio de saber que não sou só eu que viajo em sonhos, hahaha!
    Na verdade, todos viajamos, uns mais, outros menos.
    Beijo, querida!

    ResponderExcluir
  7. Sonhos são coisas mucho locas né?
    Adorei teu blog!

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  8. ow, sério: qual seu msn? quero ser sua amiga de ir te visitar na sua cidade. me reconheço em TODOS os posts.

    eu tenho sonhos muito loucos tb. aquele do pênis decepado acho que é o campeão, mas houveram vários assim. e as pessoas me dizem que seus sonhos onde elas estão em lugares com pessoas que nunca estariam lá nem se conheceriam entre si são muito loucos. falta de imaginação é foda...

    ResponderExcluir
  9. kkkk
    Pensei que só eu era assim.
    O meu mundo é tão diferente, tão meu, que as vezes eu penso ser autista. rs

    Isso é bom, as vezes.

    ResponderExcluir
  10. Nossa, você é uma sortuda, eu sempre esqueço dos meus sonhos. :~ Tá, alguns até lembro, mas isso é tão raro. Geralmente lembro mesmo é dos pesadelos, pq esses me fazem acordar num susto tão grande que não tem como esquecer. :|

    Beijão

    ResponderExcluir
  11. Gostei muuuito desse texto. Sério mesmo!
    Eu, infelizmente, quase nunca lembro dos meus sonhos e fico muito frustrada com isso. O único que eu lembro mesmo, porque foi muito sem noção, foi um que estava com meus amigos indo para um cinema no estacionamento (?) e encontro outro amigo na quadra do tal estacionamento (?). De repente, começam a soltar fogos e tudo pega fogo. Nós saiamos correndo para não porem a culpa na gente e eu reclamo horrores com esse amigo que estava na quadra. Muito real, não? hahaha

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  12. gabi,

    que comentário mais bonitinho tu deixou no meu blog. :)

    também adoro o teu sabia? e acho teus desenhos uns amores. acompanho o pudding de lait desde a época da capricho, mas fazia tempo que não passava por aqui.

    vou voltar mais.

    beijo! ;*

    ResponderExcluir


25 anos. Mora no Rio de Janeiro, é carioca de alma, mas cearense de coração. É designer e está tentando se encontrar nesse mundo. Sou casada com meu melhor amigo, o Marcelo Bernardo, e mãe da Dindi the Boston.

Gosto de ler, de dormir de rede, de inspirações repentinas e de petit gateau. Mas o mundo seria muito melhor sem aliche gente que fura fila. Ah, e de vez em quando eu desenho.

Autora


Welcome

Tecnologia do Blogger.

Procura algo?






Esse blog está vestido com as roupas e as armas de Jorge, porque ninguém há de copiar esses textos e ilustrações sem dar o devido crédito.