(meu) Guia de Buenos Aires - Parte 1


Eu não conheço quase ninguém do Brasil que nunca tenha considerado ir a Buenos Aires. O preço é super (ultra)(master) convidativo, é super perto, é uma cidade bonita, considerada a Europa da América do Sul, etc etc. E de fato, Buenos Aires é tudo isso! É claro que quem pode ir pra Europa todo ano com folga ($$$) provavelmente não vê muita graça, mas como a maioria das pessoas não pode se jogar nas compras com Euro e nem viajar todo ano, taí nossa querida vizinha porteña.

Com as passagens de avião promocionais por R$ 50 reais a ida (CINQUENTA REAIS), e o peso a $2,40... Por favor, né. (Não foi o meu caso pois viajei com milhas, mas a passagem que comprei ano passado custou menos do que se eu tivesse decidido ir visitar a minha avó no Rio de Janeiro)

É a segunda vez que eu vou, e é claro que eu penso em voltar mais vezes, fazer outros passeios, os mesmos passeios mais uma vez, conhecer aquela lojinha nova, desvendar os novos produtos de make...

Vou dividir esse "Mini Guia" em três partes (além dessa, com dicas iniciais): passeios, compras e restaurantes. Mas vou tentar postar logo, porque conheço pessoas que vão viajar para lá e já estão me cobrando (como certas ruivas), e porque se eu for demorar muito vou esquecer tudo, hahah.



Lembrando que eu vou expressar a minha opinião, que obviamente, não é a voz da razão. Sintam-se livres a adicionar essas dicas às (milhões de) outras dicas que existem na internet! E vá para Buenos Aires - como diz o meu instrutor da autoescola - na certeza e na segurança!

Algumas coisas que você deveria saber/que já me perguntaram:
Onde é melhor ficar?
Depende muito do que você quer. O ideal é ficar mais no centro, em alguns mapas a área se chama San Nicolás, em outras Microcentro, ou até Bario Norte (hm?), mas bom, no centro. É lá que estão a maioria dos hoteis e do circuito turístico. Mas, por outro lado, a área de Palermo é a mais bonita, a que tem a maior concentração de restaurantes e lojas de design legais, feiras de arte, essas coisas.

Para mim, é simples: escolha um hotel que fique próximo, SUPER próximo (3 quarteirões no máááááximo) de uma estação de metrô, ou subte, como eles chamam. Como moro em Fortaleza e aqui não tem metrô, é claro que acho incrível. Com 20 minutos você de fato atravessa a cidade, e nossa, aquelas combinações são super primeiro mundo! Não tem nada como estar no final daquele passeio exaustivo, no subte, e não precisar andar pra chegar em casa. Se você só vai andar de táxi, aí né, tanto faz.

Mas fuja de: Recoleta, San Telmo e Puerto Madero. Aliás, não sei se tem hotéis em Puerto Madero (deve ter, né). Mas são super contra-mão, não são perto de absolutamente nada, e para pegar o metrô você tem que andar trezentos mil quarteirões.

Eu fico na casa de uma amiga minha que mora lá (oi, Morgana!), então não tenho poder de escolha. Onde ela estiver morando será. Mas, felizmente, das duas vezes a casa dela fica pertinho de uma estação de metrô, então facilita horrores (a gente inclusive fazia coisas como: pegamos o metrô, descemos em tal estação e aí pegamos um taxi para andar esses 15 quarteirõezinhos básicos).




E o táxi?
O táxi é muito barato, começa com uns $5 e são adicionados $0,59 a cada 2 quarteirões, algo assim. $0,59 são tipo como R$ 0,25. Ou seja. (enquanto a passagem do subte é $ 1,10. UM E DEZ. A passagem de ônibus - meia - aqui em Fortaleza está R$ 1!) Muitas pessoas falam das notas falsas, mas isso felizmente nunca aconteceu comigo. Acho que é muito lotérico, e os motoristas de táxi que peguei eram todos homens com um ar muito justo. Ouvi no avião a dica de só pegar rádio-taxis, mas ouvi no mesmo avião alguém dizer que pegou uma nota falsa de um rádio-taxi. Então não sei. Pegue o táxi quando estiver cansado e pronto.

Ah, outra coisa: decore as ruas que ficam entre o lugar que você vai. Ex: Cerviño y Ugarteche (rua Cerviño esquina com Ugarteche - haha, que nome engraçado), ou Marcelo T. de Alvear, entre Ayacucho y Junin.

Mas, para mim, o melhor meio de transporte em Buenos Aires é andar a pé. As ruas são lindas, arborizadas, e mesmo no verão sopra um vento geladinho. Existem vários cafés e livrarias por onde quer que você ande, e você pode se sentar para descansar, ler um Macanudo, tomar uma água e um pedaço de torta e continuar andando pelas ruas lindas.

E o perigo?
Além das notas falsas, existem muitos pick-pockets. Também nunca aconteceu comigo, graças a Dios. Se você pegar o metrô lotado, se abrace na sua bolsa e tente não dar brecha. Se o metrô tiver vazio, fique segurando. Você não anda de ônibus e deixa suas coisas à toa, certo? Então é só ter cuidado e atenção.

Em Buenos Aires não existem assaltos à mão armada, e é tranquilo andar de noite em alguns lugares. Como a Morgana falava: ande objetivamente. Olhe para onde você vai e decore o caminho antes de sair de casa, e vá andando. Quando eu saia para jantar com o Marcelo, por volta das 10 da noite, andávamos até o destino (ou íamos de metrô até onde desse), e voltavamos de táxi. Super tranquilo :)

Eu só evitaria o centro a noite (av. Corrientes e arredores), porque como todos os centros que eu conheço, o comércio fecha todo e fica esquisito. E no domingo à noite também, porque vários restaurantes fecham (??).


É isso!
Em muito breve, as dicas propriamente ditas de Buenos Aires. Se você tiver alguma dúvida, não hesite em perguntar.

E mais para frente, voltaremos à programação normal do blog: muitos desenhos e assuntos que não interessam a ninguém. Não se preocupe, uaheuihaieu.
  1. Sou louco pra ir à Buenos Aires! Além de ser um lugar fantástico, o povo lá é muito liberal! Espero um dia poder ir! E obrigadíssimo desde já pelas dicas!

    Um beijo :* Adorei seu blog!

    ResponderExcluir
  2. Adoro a ideia de viajar para la, quero muito um dia.

    ResponderExcluir
  3. Ai, Buenos Aires é uma delícia! Estive lá ano passado, em maio, e tudo estava lindo, desde o clima até os preços hahaha. (fiz A festa nas lojas de Palermo, principalmente na Complot, que é absurdamente linda!)

    Só vou discordar em uma coisa: eu fiquei hospedada num hotel em Puerto Madero (Hotel Madero) e não achei fora de mão não (tudo bem que eu não usei o metrô lá - já basta o de sp haha - mas ainda assim não achei longe das coisas) :]

    ResponderExcluir
  4. Adivinha quem pegou o telefone NA HORA pra ver quantas milhas tem no cartão? HAHAHA.
    Que delícia, Gabi! *-*
    Morro de vontade ir a Buenos Aires (e me entupir de chocolate argentino).

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. ah, sempre quis ir pra buenos aires. tô pra fazer um post sobre minha viagem de férias, mas sempre bate aquela preguiça imensa. adorei suas montagens com as passagens e fotinhas e bilhetes de metrô! dá até mais vontade de ir.

    e depois que vc terminar de contar de buenos aires, roube meu meme. eu ia passar pra vc, mas eu sempre esqueço essas coisas.

    beijo!

    ResponderExcluir
  6. Aiin Gabi! Sou louca pra visitar Buenos Aires! E adoro ler curiosidades sobre viagens, já estou esperando os próximos posts do guia!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  7. Que fooooofa!!
    Adorei o post e a sua amiga ruiva (que esta qse loira) esta esperando a continuacao... =D
    Estou esperando suas dicas para terminar meu roteiro. ahahahaha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olha, pra falar a verdade nunca pensei em conhecer Buenos Aires. Acho até que pelo fato de vir outras coisas e lugares em mente quando o assunto é viajar. Mas claro que, pensando bem todo lugar não deixa de ser interessante e como alguém que quer "conhecer o mundo" Buenos Aires entra na lista de opções sim. Enfim, não sei se já falei e nem se estou sendo repetitiva mas adoro o jeito que montas os teus textos. O (teu) guia de Buenos Aires ficou muito bacana mesmo. Aliás, adoro isso aqui :)

    Beijão!

    ResponderExcluir
  9. Poxa, veio super a calhar esse post!
    Meu pai tá querendo fazer uma viagem diferente esse ano e eu, que já não aguento mais ir pra praia - apesar de amar - estou levantando a bandeira do "chega de nordeste, vamos pra Argentina!".
    Nada contra sua bela Fortaleza, que é, de longe, minha cidade litorânea favorita <3
    beeeijo!

    ResponderExcluir
  10. fui pra lá em fevereiro e me apaixonei fácil pela cidade! teria sido bom ter visto esse post antes de ir, mas foi bom ter visto agora e sentir saudades-boas.

    e liniers é muito o melhor de buenos aires! comprei um livro dele lá, não poderia voltar sem.

    ResponderExcluir
  11. Gostei das tuas dicas, adoro dicas de viagens dada por blogueiras, sabia?
    Que maravilha de viagem a que fizeste. Parabéns.

    ResponderExcluir
  12. Ainda hei de ir pra Buenos Aires.
    Vou até guardar essas dicas, uma hora serão bem necessárias.

    ResponderExcluir
  13. aaah, Buenos Aires deve ser tãao legal! Inveja da sua viagem! E você já foi duas vezes né?

    Um dia eu vou, quando começar a trabalhar e ter o meu próprio dinheiro haahah

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  14. Ai, talvez nossa viagem de formatura seja pra Buenos Aires! Vou anotar tudo, há!

    ResponderExcluir
  15. "Então não sei. Pegue o táxi quando estiver cansado e pronto." haha Ri com isso. :)

    Eu quero ir lá! :( Queria economizar e ir esse ano, mas preciso achar alguém que também queira ($$$) ir comigo. Não quero ir só, oh vidaaa! :( haha

    ResponderExcluir


25 anos. Mora no Rio de Janeiro, é carioca de alma, mas cearense de coração. É designer e está tentando se encontrar nesse mundo. Sou casada com meu melhor amigo, o Marcelo Bernardo, e mãe da Dindi the Boston.

Gosto de ler, de dormir de rede, de inspirações repentinas e de petit gateau. Mas o mundo seria muito melhor sem aliche gente que fura fila. Ah, e de vez em quando eu desenho.

Autora


Welcome

Tecnologia do Blogger.

Procura algo?

Arquivo do blog






Esse blog está vestido com as roupas e as armas de Jorge, porque ninguém há de copiar esses textos e ilustrações sem dar o devido crédito.