Carnet de Voyage

Às vezes eu me assusto com a quantidade de coisas que eu escrevo por post. (Daqui a pouco os meus posts terão três páginas) E também me assusto com a quantidade de gente que consegue ler até o final o volume de baboseiras que geralmente vem recheado nesses mil parágrafos que eu tô escrevendo hoje em dia. Enfim.

Pensando nisso, vou fazer um post bem cheio de imagens e sem muita lenga-lenga (dizem).

Antes de viajar, eu passei horas selecionando os cadernos que eu ia levar (alguém mais coleciona cadernos?), pensando nas possibilidades que eu ia comprar lá, e desejando fazer um diário ilustrado. Queria registrar tudo que acontecesse em forma de desenho... Mas cheguei lá e era uma rotina tão rápida que o máximo que eu conseguia anotar eram os meus gastos diários, e deixei a ideia de ilustrar pra lá.

Aí que eu fui com a meta de comprar os outros dois quadrinhos do Craig Thompson (meu ÍDOLO CRAIG TE AMO), e realmente fiz uma peregrinação em busca dos dois, que estavam quase sempre esgotados. Achei Chunky Rice tipo no segundo dia, mas penei pra encontrar Carnet de Voyage. Até que eu consegui!


Os quadrinhos do Craig MEGA me inspiraram, como sempre, e eu decidi perder a preguiça e desenhar.

Depois da aula, num dia, fui até Covent Garden e me sentei do lado de fora de uma feira. Estava de bobeira olhando as pessoas havia vários minutos, ouvindo a música dos músicos incríveis que tocam nas ruas de lá (vai saber, né)... Quando criei a coragem de começar a desenhar.



Nada de ilustrações bonitinhas e bem elaboradas: só um retrato meio tosco, meio torto e tentando ser fiel ao que me rodeava. Aí que foi super divertido e eu passei a tentar fazer um desenho todo dia (levando em conta que faltava uns 3, 4 dias pra eu ir embora).



No dia seguinte fui na British Library, ver as exposições e me proteger da chuva gelada. Impossível conseguir fazer com precisão a arquitetura meio moderna (não gosto de arquitetura meio moderna)... E também morro de preguiça de desenhar muitas pessoas num mesmo desenho.


Não parou de chover, e no dia seguinte fui andando sem rumo e me abriguei num café para tomar um chá inglês (que não tinha tomado ainda). Depois de passar um tempão lá, desenhando, notei que estava do lado da Trafalgar Square. Por causa da chuva, a praça estava deserta... E linda.

Me encostei numa parede, e mesmo numa posição mega desconfortável, comecei a desenhar. Rolou aquela preguiça de fazer o desenho todo, mas de pouquinho em pouquinho fui preenchendo o fundo (coisa que eu MAIS tenho dificuldade de desenhar), e colocando mais e mais detalhes... Desenhei até anoitecer.




E por fim, fui a Kew Gardens (em breve post sobre a minha relação de amor com parques e jardins). Escolhi um banco lindo perto de uma das enormes estufas, sentei e comecei a desenhar. Do nada, a chuva - eu parava - abria o sol - continuava a fazer as folhinhas - chuva de novo... Fiquei nessa até desistir e só ficar olhando mesmo.









Desenhar ao ar livre uma cena da vida real é incrível. Especialmente quando estamos acostumados a desenhar sentados corcundas dentro do quarto, e editar as imagens demoradamente (ou fazer o desenho inteiro) no computador. Sentar e desenhar, sem se preocupar com o tempo ou com nada, é lindo... Estando rodeado de pessoas ou só de plantas (péssimo dia que eu escolhi pra ir ao Kew Gardens, por sinal), é lindo.

Como um dos artistas que tocava na Trafalgar Square disse, no meio da música: Life is beautiful. Mas às vezes a gente só nota isso quando para um pouco.

(Ah, como eu queria ter desenhado desde o começo da viagem)
(E, ai, como eu falo muito)
  1. Gabriela do céu, esse desenho da Trafalgar Square tá uma graça!
    Por motivos meio óbvios (a faculdade de arquitetura e talz), eu acabo mais tempo desenhando assim, cidades e etc...

    e, siiiim, desenhar ao ar livre sem preocupação é mto bom. Saudade do tempo que eu tinha matérias da faculdade assim! rs


    :**

    ResponderExcluir
  2. que fotos lindas! morro de vontade de conhecer Londres, espero que isso aconteça logo :) os desenhos ficaram incríveis! uma pena você não ter desenhado mais, mas fica a dica para a próxima viagem :D. Esse quadrinho do Craig é bom? to louca pra ler Habib dele sou fã também :). Beijos

    ResponderExcluir
  3. Lindo, lindo, Gabriela!!
    E vc desenha mt bem! Parabéns!!
    Acho que os desenhos são uma lembrança a mais e remetem a um monte de coisas que vivemos...!
    Desde que comprei Retalhos fiquei com muita vontade de comprar outros livros dele, mas nunca achei...! Achei tão interessante o livro chamar "Blankets", dá um toque mais dele do que um simples "retalhos", rs!
    Jardins *.*
    Beijossss!

    ResponderExcluir
  4. eu gosto dos seus posts gigantes. pode escrever bastante sempre.

    que lindo seus desenhos! você trabalha tão bem com perspectiva. que caneta você usou?

    eu tenho relação de amor com lobby de museu. fico horas sentada pensando/desenhando/escrevendo. uma delícia.

    beijo!

    ResponderExcluir
  5. É tudo muito lindo, os desenhos e os lugares!

    ResponderExcluir
  6. Lindos desenhos.Incrível o da Trafalgar Square! super detalhado kkkk q coragem heim! Eu morro de preguiça de desenhar, mas preciso deixar a preguiça de lado...

    ResponderExcluir
  7. Li o post anterior e esse, se vê que foi maravilhosa sua experiência em Londres, né?
    Os desenhos estão lindos, você tem bastante talento.
    Olha, qual exatamente é a diferença entre design de moda e estilismo (se a resposta for muita, tudo bem!)? É que não sei muito mesmo sobre o assunto, mas me interesso. Bom final de semana pra você!

    ResponderExcluir
  8. Poxa vida, eu gosto muito de colecionar cadernos (também). Muitas vezes os recebo de amigos, como presente. principalmente dos que viajam bastante, como você.
    Em contrapartida, faço deles diário ou simples esboços de anotações. Não sei ilustrar. não tenho esse dom. Adorei o que você desenhou, muito artística, muito criativa. E Londres, claro, inspira.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Menina, adoro teus desenhos e as fotos ficaram lindas tb!

    ResponderExcluir
  10. Esse é o post mais bonito que eu já vi num blog. O mais bonito, mesmo. Me traz um caderninho desses com um desenho teu?

    Apaixonei :)

    ResponderExcluir
  11. Pode falar com vontade, Gabi!
    Tô amando seus relatos de viagem e o clima dos posts. Os desenhos estão lindos como sempre!
    beijo

    ResponderExcluir
  12. Adorei os desenhos e as fotos! Acho lindo quem faz esse tipo de relato de viagem.
    Sou louca pra fazer um diário de bordo ilustrado, mas sempre fico com preguiça e quando estou na viagem sempre esqueço de fazer os relatos :P


    P.S.: não tem problema não desabafar na caixa de comentários, hahaha! Na verdade foi bem legal porque me senti menos sozinha na insegurança de partir numa experiência nova (acho blog uma coisa muito legal nessas ocasiões, né? Tem sempre alguém fazendo algum comentário amigo, ou compartilhando uma experiência). Tenho certeza que teu estágio vai ser lindo! Vais fazer vários contatos e conhecer muita coisa legal :)

    ResponderExcluir
  13. Quanto tempo que não vinha aqui, ahh saudade!
    Cara, você desenha muito. Sério.
    Vendo seus desenhos e sua descrição eu, definitivamente, tenho vontade de viajar. haha


    Beijos :B

    ResponderExcluir
  14. Que lindos os desenhos!
    Queria eu ter essa vontade de desenhar. :)
    Beijo!

    ResponderExcluir
  15. Ah, como você desenha bem! Invejinha sua! haahah
    Mas também, com essas paisagens, quem não se sentiria inspirado a desenhar? Devia mesmo ter desenhado desde o início rsrs

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  16. Eu tenho uma teoria sobre ler posts enormes de quem escreve muito: se a pessoa escreve bem, de uma forma gostosa, o quanto ela escreve nem importa, a gente lê com vontade e sem casar. Nesses casos é até preferível que a pessoa escreva bastante, pois é prazeroso ler.
    E esse é o caso, por isso gosto e leio sempre os seus posts (apesar de comentar tão pouco, eu sei. Desculpe.)
    Penso o mesmo sobre fotografias e ilustrações, e olha só, você reúne o dom de prender o leitor nos 3: escrita, fotografia e ilustração. Tudo lindo de mais, Gabi. Meu deus! D-e-m-a-i-s!
    Sonho um dia desenhar assim, é muita arte.

    Bisous.

    ResponderExcluir
  17. Achei seu blog aqui, meio que "do nada"! E agora eu não consigo parar de ler os posts! Me apaixonei pelos desenhos, são mt bem feitos, liiindos, adoro ilustrações, provavelmente porque não sou mt boa nisso, e admiro os que possuem esse dom! E Londres...ahhh, um dia eu conheço essa cidade! Beijos!

    ResponderExcluir
  18. O.O só agr eu me dei conta de que esse é o "Pudding de lait" nossa!!!! Quando eu comecei a escrever em blogs, eu encontrei o seu e adorei! Não consigo me lembrar direito...mas era mt bom! Mas como eu n entendia nada nem de blog nem de internet direito, nunca mais o achei! Lendo os posts aqui vi um que direcionava pra página antiga, hahaha, curti demais!

    ResponderExcluir
  19. Nossa Gabi, tá tudo tão lindo! Parabéns mesmo!
    Fiquei besta com as fotos também, coisa de profissional! haha
    Beijo!

    ResponderExcluir
  20. Jolies photos!!!

    Angela Donava
    http://www.lookbooks.fr

    ResponderExcluir
  21. This is really a cute blog, the photos are perfect, I don't really understand what you are talking about...but it's really nice blog

    Peace

    ResponderExcluir


25 anos. Mora no Rio de Janeiro, é carioca de alma, mas cearense de coração. É designer e está tentando se encontrar nesse mundo. Sou casada com meu melhor amigo, o Marcelo Bernardo, e mãe da Dindi the Boston.

Gosto de ler, de dormir de rede, de inspirações repentinas e de petit gateau. Mas o mundo seria muito melhor sem aliche gente que fura fila. Ah, e de vez em quando eu desenho.

Autora


Welcome

Tecnologia do Blogger.

Procura algo?






Esse blog está vestido com as roupas e as armas de Jorge, porque ninguém há de copiar esses textos e ilustrações sem dar o devido crédito.