12 Coisas que Abrilhantam o Meu Dia

A Amandinha inventou essa lista deliciosa, que a Analu postou um dia desses e eu, que estou devendo um monte de posts por aqui, resolvi aproveitar e postar. A verdade é que minha lista poderia ter sido resumida em um item, Dindi Hangnel-chon, mas me esforcei para pensar em outros 11 motivos que transformam um dia sem graça num dia incrível.

Dindi the boston comendo côco e abrilhantando o seu próprio dia


1. Dindi
Não tem como ela não ser o primeiro lugar: a ideia de chegar em casa e ter Dindi me esperando no sofá faz com que toda a minha rotina caminhe, que o sábado chegue mais cedo, e que todas as noites tenham um outro sabor. Amo essa cachorra!

2. Não precisar ir pro salão
Eu odeio ir ao salão, mas adoro estar arrumada, então ao mesmo tempo que meu estômago se contorce e as lágrimas rolam ao pensar que sábado terei que passar o dia inteiro refém daquela sala sem 3G cheia de revistas Caras e barulho de secador, ele também se enche de borboletas de felicidade ao olhar para as minhas mãos e perceber que elas estão feitas. Estão lindas. Não preciso ir pro salão. A vida é boa.

3. Queijo prato no café
Já falei aqui, já fui julgada, mas existe algo de simples e reconfortante em colocar queijo (prato) no capuccino, e pensar naquele pão com manteiga acompanhando, enfim. A vida é boa, e quando o dia começa com café e queijo, ela fica melhor ainda.

4. Estar passando um filme que eu amo na tv e eu conseguir assistir do começo
Eu tenho alguns dvds dos meus filmes favoritos, mas existe um sabor todo especial em estar deitada passeando pelos canais e pegar Moulin Rouge passando do começo. O filme tem mais graça, a vida tem mais brilho, e sim, eu poderia me levantar e colocar o dvd para assistir, mas esse tipo de decisão exige muito mais do que as vezes nosso ânimo permite.

5. Estar com sapatos bonitos
Quando saio com minhas sapatilhas de glitter pareço ouvir dentro de mim uma versão alternativa dessa música, que fala algo como: que sapato sensacional, olha os detalhes do sapato! Que combinação de glitter, que brilho celestial!

6. Vento de tarde
Fortaleza é uma cidade agraciada pelo clima, nunca quente demais, mas na segunda metade do ano nós temos um vento maravilhoso que varre o meu quarto e afaga a minha vida. Tem cheiro de adolescência, é a temperatura ideal, bagunça todos os meus desenhos e sempre me traz lembranças maravilhosas. Me dá vontade logo de estar na varanda da casa de praia, lendo, mas a verdade é que só de estar em casa deitada na cama sentindo o vento já deixa o meu dia maravilhoso.

7. Não saber o que quero comer, me deparar com o meu desejo mais obscuro e achar que nunca fui feliz em toda a minha vida
É assim: estou com fome, mas não sei o que quero. Sushi não parece bom, nem pizza, não quero cozinhar, estou com preguiça, o mercado é longe. MB me oferece mil coisas, e nada parece bom. Até que, vencida pelo cansaço, acompanho ele até a lanchonete, bato o olho naquele cachorro-quente embrulhado em papel alumínio, e pronto: os sinos tocam, os golfinhos se agitam na água, e eu fico tão feliz que quase choro. Posso ter comido cachorro-quente semana passada, mas hoje e só hoje, ele está com o gosto dos deuses. Essa situação não é freqüente, mas a sensação da frustração combinada com a alegria de encontrar A Comida Das Comidas é tão reconfortante que… Abrilhanta meu dia. Muito.

8. Quando MB me traz docinhos
Simplesmente <3 p="">

9. Quando várias pessoas curtem algum desenho meu no tumblr ou tiro uma foto linda que tem muitas curtidas no instagram
Meu tumblr é tão abandonado e eu demoro tanto a atualizar que tudo vai bem quando vejo que alguma ilustração que eu coloquei conseguiu sair do limbo das no-máximo-cinco-curtidas. Ao mesmo tempo, tem vezes que tiro uma foto que acho super legal e que não alcança o sucesso que eu imaginei, enquanto já aconteceu de eu colocar uma foto absurdamente nada a ver que faz o maior sucesso no Instagram. Vai entender.

10. Água de côco
Moro em Fortaleza e tomo água de coco numa freqüência bem menor do que eu considero justa, e sempre que tomo me pergunto:  por que insisto em tomar outras coisas que não água de côco? Dindi me entende, porque se tem uma coisa que abrilhanta o dia dela é poder comer as carninhas que sobram.

11. Lençóis limpos e cama feita
Especialmente quando é a cama do MB, que tem todo um cheiro especial. Não resisto ao cheirinho de amaciaste, e só de encostar num lençol fofinho não me resta alternativa senã- zzzz

12. Livros viciantes
Eu adoro ler livros novos, mas as vezes eles demoram para pegar no tranco, e passo um tempo postergando a vida, mas nada me deixa mais feliz do que estar viciada numa história. E não me agüentar para chegar em casa e ler, e deitar cedo para ler, e acordar tarde e continuar lendo até a barriga roncar de fome. É muito bom, e no mundo ideal eu acordaria mais cedo todos os dias para ter o prazer de me doar algumas páginas todos os dias. Tenho certeza que trabalharia muito mais feliz! Se bem que, ao mesmo tempo, dormir também é tão bom...



25 anos. Mora no Rio de Janeiro, é carioca de alma, mas cearense de coração. É designer e está tentando se encontrar nesse mundo. Sou casada com meu melhor amigo, o Marcelo Bernardo, e mãe da Dindi the Boston.

Gosto de ler, de dormir de rede, de inspirações repentinas e de petit gateau. Mas o mundo seria muito melhor sem aliche gente que fura fila. Ah, e de vez em quando eu desenho.

Autora


Welcome

Tecnologia do Blogger.

Procura algo?






Esse blog está vestido com as roupas e as armas de Jorge, porque ninguém há de copiar esses textos e ilustrações sem dar o devido crédito.