Saudades de Londres

Ontem, hoje e sempre. O blog está passando por mais uma mudança (e eu também!), e hoje, arrumando os arquivos do computador (até ele está se organizando para ir pro Rio), achei esse vídeo que fiz depois que voltei de Londres. Na época achei o vídeo péssimo, mas hoje assistindo me deu uma saudade enorme. Também ando saudosa com tudo, então relevem. E por favor, relevem também o fato do vídeo ter saído tremidaço, não sei o que acontece quando tô com uma câmera na mão, então não recomendo pra quem tem labirintite (de verdade).


  1. Sabe, nunca tive muita vontade de conhecer Londres e confesso que pelo motivo bobo, clichê e, provavelmente, bem ignorante de "nossa, parece ser um lugar meio triste, com o tempo sempre ruim" bla bla bla. Ultimamente, porém, tem me chamado bastante à atenção e teu vídeo fez crescer em mim uma grande vontade de conhecer. Sinto que posso me apaixonar e quem sabe um dia também morrer de saudade. :)
    Beijo!
    <3

    ResponderExcluir
  2. Amei o vídeo. E eu tenho saudade de Londres mesmo nunca tendo ido pra lá. <3

    ResponderExcluir
  3. Eu não achei o vídeo péssimo, e ainda mais pra quem já foi, dá uma nostalgia absurda do local, das pessoas, do clima, da cultura.. e é lindo demais. Quero muito voltar em um futuro bem próximo e espero que você volte também. É engraçado que tem umas cidades do mundo que até tem uma sensação característica e uma delas é Londres. :)

    http://ww.paleseptember.com

    ResponderExcluir


25 anos. Mora no Rio de Janeiro, é carioca de alma, mas cearense de coração. É designer e está tentando se encontrar nesse mundo. Sou casada com meu melhor amigo, o Marcelo Bernardo, e mãe da Dindi the Boston.

Gosto de ler, de dormir de rede, de inspirações repentinas e de petit gateau. Mas o mundo seria muito melhor sem aliche gente que fura fila. Ah, e de vez em quando eu desenho.

Autora


Welcome

Tecnologia do Blogger.

Procura algo?






Esse blog está vestido com as roupas e as armas de Jorge, porque ninguém há de copiar esses textos e ilustrações sem dar o devido crédito.