Essa tal de mudança de vida




Alguns momentos da nossa vida são reviravoltas tão rápidas que a gente chega perde o fôlego do giro, e fica desnorteado pra onde ir a seguir. Foi assim que eu me mudei pro Rio: de repente, saí do meu emprego, e deixei nele um peso enorme, e muito mais leve, trouxe em três malas toda a minha vida para cá. Passei dois meses, jamais sozinha, voltei para buscar o meu amor, e cá estamos. No Rio.

Quando a gente tinha pensado nisso, há vários meses, sentados no Arpoador e vendo o pôr-do-sol, tudo parecia lindo. Estávamos ganhando bem, a poupança estava gorda, a cama feita (e a rede!) me esperando em casa, enfim, toda essa certeza que só a rotina pode trazer. O casamento estava se encaminhando, mas para o quê? Viver o resto de nossos dias reféns dessa cidade que eu odeio (desculpa), nesse humor oscilante, e ter finalmente admitido que a vida é só isso mesmo? Sempre tive pavor de quem achava que a vida "era só isso mesmo", então como estava virando aquilo?

Fizemos nosso quarto, enchemos com nossas coisas, trouxemos lembranças, presentes de amigos. Compramos o que nunca tínhamos comprado, tipo colcha de cama. Elástico. Quantos elásticos são necessários? E esse climatizador é melhor que um ventilador comum, ou é roubada? E então, mesmo com a cabeça cheia de tarefas, preenchendo nossos dias que já parecem um sem fim, fica no fundo da garganta aquele medo.

Que medo.

E se nada der certo?

Bom, o certo deixamos pra trás, na terrinha, junto com o queijo coalho e o clima agradável. Aqui estamos no louco, no sem pé nem cabeça, completamente sem chão. E se nada der certo? Ele me olha preocupado com a grana, com o estilo de vida que a gente levava antes, e que queria muito continuar vivendo, mas a poupança infelizmente vai ter um fim. Tantos restaurantes que a gente quer conhecer, e temos que começar a nos preocupar com o preço dos tomates (eles tem gourmet na embalagem, devem ser mais caros, certo? Melhor nem levar, né? Nem queria tomate mesmo). E o medo de nada dar certo?

Será que não era melhor ter deixado para vir só em junho, depois do casamento, ter trabalhado mais esses seis meses + décimo terceiro, se organizado melhor? Será que teríamos nos organizado melhor? Ou será que continuaríamos a viver a nossa vidinha sem graça, até que num susto arrumaríamos nossas malas? A gente nunca foi muito bom de planejamento. 

Eu gosto de pensar que viemos na hora certa.
Que o aqui é agora, e se tá com medo, vamos com medo mesmo.
Viemos, chegamos, e estamos aqui. Aterrorizados, com dinheiro curto, procurando emprego, mas com um sorriso no rosto e um alívio no peito que não nega: aqui é o nosso lugar. Rio, estamos prontos para você.



Obs.: se você morar no Rio e por acaso souber de alguma coisa, quiser me indicar para algum trabalho, quiser pedir alguma ilustração, mandar um oi solidário, quiser ser amigos e vizinhos, tiver uma dica de prato feito barato, ou mandar um sinal de fumaça (gelada? que calor?), por favor - gabrielapinheiro @ gmail.com

  1. Mas eu não tenho dúvidas que essa vai ser a melhor coisa na vida de vocês. Vocês serão muuuuuito felizes (ainda mais). E eu fico com o coração cheio de amor de pensar que to aqui, tua amiga, te dando força e te dizendo VAI. Vai, amiga. Tu merece ser a pessoa mais feliz desse mundo.
    Te amo! <3

    ResponderExcluir
  2. Amiga, que post lindo! E quer saber? Eu acho LINDA essa coragem. Esse salto. E acho que vocês vão passar uns apertinhos, mas vão vencer o mundo juntos, e vai ser maravilhoso. Vocês são jovens, maravilhosos no que fazem, maravilhosos em todo o resto, e não tenho dúvidas que tudo vai ser incrível. Te amo muito - e por tabela, claro, amo MB, que te faz tão completa e feliz! Seus lindos. <3

    ResponderExcluir
  3. Mas a vida é assim mesmo né, cheia de surpresas. No fundo todo mundo sabe que é preciso sair da zona de conforto, mesmo que acompanhada de medos e inseguranças, pra poder conseguir o que se quer até mesmo quando não se sabe o que.

    Sucesso e felicidade procês. Mandando good vibes daqui :*

    ResponderExcluir
  4. Mas se você não fosse agora, quando? A gente tem que fazer essas loucuras e ficar desempregado e sem grana quando é novo, sem filho pra criar e sem responsabilidades. Achei o máximo. Espero que você e o Marcelo arrumem empregos em breve e que curtam muito a praia e os museus de graça enquanto não arrumarem. Tenho certeza que tudo vai dar certo. E se não der, vocês acham outra saída.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Levar um sustinho às vezes faz bem. Passar aperto, perrengue? Faz parte. O melhor é o que vem depois, quando as coisas se ajeitam e a gente pode perceber que valeu a pena. Cada incerteza, cada compra não feita, cada "medo". No final, vale a pena. E eu tenho certeza que vocês dois vão se acertar, ainda mais, na cidade maravilhosa (que eu ainda tenho que conhecer!).
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Vivo dizendo isso que você falou: não consigo acostumar que a vida pode ser só isso mesmo. Você tem talento de sobra, Couth. Você fará sucesso no lugar que quiser! Boa sorte! Vai dar tudo certo!

    ResponderExcluir
  7. A hora certa é a hora que a gente decide. Parabéns pela mudança, é uma coisa muito corajosa <3

    ResponderExcluir
  8. ai que deliciaaaa! não existe momento certo ou errado, não tem como a gente saber. então melhor não se preocupar com isso, né? eu particularmente acho que nada melhor que começar a vida numa cidade maravilhosa com o rio, e acho que vocês vão curtir muito tudo! mando boas energias pros dois, e boa sorte com tudo de bom, de novo e de louco que pode vir a acontecer!!! ^___^

    ResponderExcluir
  9. Todas as mudanças são difíceis no começo, até quando mudamos a cama de lugar achamos esquisito de acostumar. Portanto fique tranquila que o começo é complicado mas tenho certeza que, com o tempo, vocês vão dar um jeito em tudo, vão começar a trabalhar, vão se acostumar com o preço do tomate e etc. Admiro muito a coragem de vcs pois, muitas vezes na vida, temos mesmo que dar um salto no escuro para mudar o que não está nos fazendo feliz. E vcs fizeram isso lindamente! Daqui pra frente vai ser só alegria, você vai ver. Grande beijo

    ResponderExcluir
  10. De uma forma muito inesperada pra mim vi que tinha post novo aqui - pelo feed do blogger, coisa que não acesso há séculos.

    Esse salto de vcs é uma coisa enorme e amedrontadora, mas tbm é corajosa e cheia de beleza, mesmo que demore um pouco pra ver (vou ser uber-clichê e lembrar do steve jobs, dizendo que a gente só conecta os pontos depois.. me faz seguir com menos angústia por esses caminhos da vida).
    Te coloquei (tentei, ao menos) te colocar num grupo de que tem um monte de vagas da galera de economia criativa aqui do Rio. Tá com aprovação pendente, mas se eu ver alguma coisa (por lá ou em outro canto), te aviso!
    Que vcs tenham muita sorte por aqui!
    bjs

    ps: viu que abriu vaga na farm??

    ResponderExcluir
  11. Amiga, eu admiro muito a coragem de vocês dois de se jogarem desse jeito, especialmente antes do casamento. Mas concordo com o que você disse, a hora certa é sempre o agora. E tenho certeza de que tudo vai dar certo (e muito) pra vocês aí! Todo começo é complicado. Mas toda mudança vale a pena! Amo você <3

    ResponderExcluir
  12. Amiga, tenho muito orgulho de vocês, porque o que vocês fizeram não é fácil. Vocês estão correndo atrás da felicidade de vocês e eu tenho certeza que tudo vai dar certo. Vai sim. Não preciso dizer de novo que é muito bom ter vocês por aqui, né? O Rio te ama. De resto, dê tempo ao tempo e corra atrás, porque você é a pessoa mais talentosa que eu conheço e vai se dar muito bem na vida. Eu não acho, sei. E você devia colocar suas coisas no etsy e ficar ryca (?).

    Te amo muito <3

    ResponderExcluir
  13. Que loucura! Mas... Que ótimo também!
    Estou aguardando os vestibulares anunciarem os aprovados e se caso algum der certo vou me mudar para a cidade da universidade que eu passar. Porra, eu tenho só 18 anos. Pensa no medo. Pensa no frio na barriga. Pensa em deixar os pais e ter que morar simplesmente sozinho. É um misto de 'quero ir logo' com 'vou me ferrar legal'.
    Mas vai dar tudo certo :)

    ResponderExcluir
  14. Amiga, você é foda. Só queria dizer isso mesmo <3

    hehehe brincadeira. Queria dizer que me enche o coração de alegria ler um post como esse, apesar de saber das incertezas, do medo, de tudo que é incerto. Porque você é talentosa, fantástica e merece muito da vida, e me apertava o peito te ver tão insatisfeita e desmotivada, achando que aquela era sua fatia no mundo. Existe um abismo enorme entre descobrir que não é, que a gente merece e quer mais, e entre ir, de fato, buscar um pedaço maior desse bolo. E você foi, caramba. Você tava com medo e foi de braços dados com esse medo. Mas foi! E isso é incrível. <3 As portas vão se abrir, oportunidades ótimas vão aparecer, e a vida vai recompensar vocês por esse salto enorme de coragem e de fé. O resto a gente dá um jeito, e o que não falta é gente do seu lado pra ajudar e dar força. Eu sou uma dessas e sempre vou ser sua cheerleader mais empolgada. Você vai ser muito feliz <3
    te amo!
    beijos

    ResponderExcluir
  15. Eita Couth! Que coragem! Muita coragem mesmo!

    Só queria desejar toda a sorte do mundo pra você e pra MB - que nem conheço, mas shippo vocês horreos - e sim, terão dias difíceis, terão dificuldades, mas se não tivesse não era a vida né? Tu ainda tem sorte de ter as meninas da máfia te dando todo o apoio necessário e torcendo por ti! A energia dela é tão forte quanto praga de mãe haha agora aquiete seu coração e mantenha o foco e não perde o fôlego! A luta pode ser dura, mas a recompensa sempre... Compensa! Desculpa o comentário ruim haha tudo de melhor pra vocês! <3

    beijos

    ResponderExcluir


25 anos. Mora no Rio de Janeiro, é carioca de alma, mas cearense de coração. É designer e está tentando se encontrar nesse mundo. Sou casada com meu melhor amigo, o Marcelo Bernardo, e mãe da Dindi the Boston.

Gosto de ler, de dormir de rede, de inspirações repentinas e de petit gateau. Mas o mundo seria muito melhor sem aliche gente que fura fila. Ah, e de vez em quando eu desenho.

Autora


Welcome

Tecnologia do Blogger.

Procura algo?






Esse blog está vestido com as roupas e as armas de Jorge, porque ninguém há de copiar esses textos e ilustrações sem dar o devido crédito.