10 Coisas Mais Legais do Meu Mundo (27/31)

Estamos na reta final do BEDA, com louvor. Nenhum post atrasado, falta pouco, e eu finalmente poderei dizer que enfim concluí algum projeto desses mundo de internê (não vamos falar tão cedo). Mas o tempo tá chegando num ponto em que o assunto não rende, tudo que você escreve você odeia, não dá mais pra ser profundo, não dá pra escrever um post e amar, por aí vai. Então chegam os memes. Ah, os memes. Esse aqui eu vi no blog da Anna quando ela postou e fiquei com vontade de fazer, mas ontem passei pela Cacá e vi por lá e pensei: é isso, senhor, obrigada.

Mais um meme (o último! Eu acho!) para esse BEDA. A proposta é meio que definir o seu estilo (acho) e preferências sobre os tópicos abaixo.


1) Decoração: antiquários e modinhas

Eu queria ser uma pessoa menos fútil, mas eu ligo, mesmo, para objetos. Tipo, mesmo. E para tendências. É uma coisa universal que, eu tendo feito moda, sinto no ar: às vezes as pessoas se dizem avessas à moda, mas elas sim acabam gostando de itens que foram colocados ali para ela comprar, mesmo que ela não perceba, e simplesmente acredita que goste. Eu tenho plena consciência que não gostava de calça skinny até me obrigarem a amar. E por que estou falando disso?

Na minha pós (gente, como é que faz pra ir direto ao assunto?!?!?!?!111! Pesquisar), tem uma moça já na meia idade que aprendeu a demonizar a moda e as estilistas (ela fala como se fosse um palavrão, tem gente que tem essa habilidade. Minha avó é especialista, tenta ouvir ela falando cogumelo). Não, não sei o que ela procura numa pós de... moda. Mas ela defende a decoração. Como se não houvesse uma grande indústria de tendências e... moda. Querida, tudo nessa vida é moda.

Eu sou e sempre fui obcecada por móveis antigos. Tanto que tenho vários na casa dos meus pais que irão para a minha futura casa (que há de chegar em 2016), tanto que até hoje namoro nos antiquários (com os móveis), tanto que sempre que posso vou na feirinha de antiguidade catar mais alguns itens. Na casa dos meus pais sempre teve uma gallery-wall com fotografia da vida deles, e foi a primeira coisa que montei quando cheguei no meu quarto. Nada mais importante que quadros com história para mim. Mas eu também amo tendências.

Eu amo suculentas, eu amo cobre, eu amo textura de bolinhas, eu amo branco e cinza, eu amo pés palito, eu amo essas estampas, eu amo subway tile, eu amo tudo isso combinado com aquela carinha de que achei numa feira/no lixo perto da minha casa. Eu acho que meu estilo de decoração é bem palpável, e posso dizer que apesar de ser estilista, acho que dou um jeito até bom nessas coisas? É por isso que virei decoradora (e carregadora de móveis) do Renne, e que sempre que alguém chega nos meus quartos diz que tudo é a minha cara.

(gente, foi quase um post esse tópico, se eu soubesse já tinha feito um post só disso? #truques #BEDAproblems)



Quando eu me mudar, só tenho duas preferências: muita luz natural, e uma cozinha qua caiba duas pessoas juntas. E se o chão for de taco, melhor.



2) Livro: Neil Gaiman

sim


Meu livro preferido, acho, continua sendo a saga Harry Potter. Mas desde Harry Potter eu já tinha essa resposta na ponta da língua: eu amo a JK por ter escrito HP, mas só vou descobrir se ela é minha escritora favorita mesmo quando ela escrever outra coisa. Ela escreveu, eu gostei, mas aí ela deixou de ser minha escritora favorita.

Tudo que o Neil Gaiman toca, para mim, é ouro. Já li muitos livros dele (quase todos), e me identifico muito com o gênero da escrita, a forma da narrativa, e as histórias sempre meio sombrias. Acho que sou meio sombria. Quem sabe.


3) Viagem: Londres



É cedo demais para dizer isso? Ainda não conheço NY, e acho que preciso ter uma experiência boa em Paris estando com o marido, numa vibe de romance, para me apaixonar com força pela cidade. Mas eu amei Londres, eu tenho saudades todos os dias, e hoje faz exatamente quatro anos que eu estava caminhando por aquela cidade maravilhosa e choveu e fez dois arco íris e afff, chorando.

Esses dias o facebook me fez o favor de me recordar disso, e vi todas as fotos da viagem, e chorei um pouco, claro. Eu ainda sonho no dia em que conseguirei morar em Londres, mas se isso não for possível, viajar sempre para lá está de bom tamanho.

4) Música: a que estou ouvindo agora

Eu tenho uma relação meio esquisita com música. Eu adoro ouvir, mas nem sempre. Eu amo intensamente alguns cds de algumas bandas, mas eu não tenho vontade de comprar quando sai um novo. Eu raramente gosto de todas as músicas de alguma banda, e quando isso acontece, eu escuto sem parar durante alguns anos, até que eu nunca mais escuto (tipo Hush Sound ou Los Hermanos). Eu sou ~ eclética ~ - ainda tem gente que diz isso? Eu me empolgo na mesma medida no metrô (ontem) ouvindo New Romantics e, logo em seguida, Best of You, e então Arabella, e logo depois Banda do Mar.

Poucas são as minhas paixões musicais que duram, então posso dizer que estou sempre apaixonada pelo que estou ouvindo agora. Acho, inclusive, que a minha banda favorita do momento é Arctic Monkeys, pode ser?


5) Sapatos: Sapatilha básica com um lacinho


Uma de cada, por favor

Eu já perdi as contas, literalmente, de quantas sapatilhas assim eu já tive. Só preta consigo lembrar de umas cinco - eu uso tanto que elas se acabam e eu tenho que jogar fora, já de olho na próxima. Não sei o que acontece comigo e as sapatilhas de lacinho. Quer me agradar fácil? Me dá uma dessas, preferivelmente cavada (calço 38, beijos), sabe, quase mostrando o comecinho dos dedos dos pés. Eu tive uma vermelhinha dessas que andou pelas montanhas da Inglaterra e se desfez, uma preta que foi para a minha primeira balada do Rio de Janeiro, uma verde que me acompanhou a copa inteira, uma rosa claro que usei nas fotos do meu casamento, uma dourada, uma prata, uma...



6) Maquiagem: batom líquido matte e corretivo



Às vezes nem delineador dá coragem de passar, mas meus batons da Limecrime são sucesso absoluto sempre. Eles tem a cobertura maravilhosa, e quando secos, parecem um veludo na boca. O meu vermelho foi inclusive o que usei para casar. Sempre que saio com eles, pelo menos uma pessoa me pergunta onde comprei.

Pode ser que eu, às vezes, antes de dormir, entre no site de limecrime e fique olhando para as cores novas dos batons, calculando em quanto tempo poderei comprar eles mais uma vez, esse dólar que não colabora, mas não irei falar disso, né?

E ah, o corretivo. Uso sempre que saio de casa com o intuito de interagir com pessoas (um mal necessário), senão todos irão cair para trás. Nossa, você dorme a noite? Nossa, tá tudo bem, você está com a aparência cansada, são apenas algumas coisas que escuto quando estou mostrando minhas olheiras. E não são só as olheiras. Minha estrutura óssea me trolou bonito, porque é fundo, e é fundo mesmo, e mesmo o roxo sumindo, ainda fica aquele buraco. Enfim, para quem quiser ver, sempre estou no snapchat (@gabrielacouth) dando minha linda cara à tapa e falando por aí com aquela cara.

É por isso que eu uso óculos, disfarça e muito.



7) Ídolo: Beyoncé


Eu me identifico com a Taylor, e muito, queria ter 1/5 de bunda que eu tenho para poder usar tudo que ela usa, e tal, acho que ela me entende e que deveríamos ser amigas, sabe? Esse é o sentimento. O de certa proximidade.

Mas o que eu sinto pela Beyoncé é algo como uma mariposa olhando uma lâmpada: eu não acredito que essa mulher é real. Claro, eu sei que ela é humana, eu sei que ela trabalha duríssimo, mas sabe quando a pessoa simplesmente é superior, mesmo? Beyoncé nasceu nesse mundo para ser Beyoncé. Ela pode fingir que usa cueca e meia e faz clipe descontraído, mas sei que ela está fingindo descontração, porque ela é um ídolo, e não gente normal. Não deve fazer o menor sentido, hahaha, mas é assim que me sinto. Tenho aquela vontade enorme mesmo de bow down, bitches. Uma deusa, uma louca, uma feiticeira: Beyoncé é demais.




8) Doce: Cookie e bolo e brownie



Ao contrário da Pássara que mais amo nessa vida, eu não sou muito fã do chocolate-barra, mas caio de joelhos para tudo feito à base de chocolate. Bolo? Amo. Cookie? Socorro. Brownie? Me vê um veneno da lata do Luiz. Eu gosto de doce denso, pesado, quente, que enche a barriga e te dá um abraço vindo de dentro. Não gosto de sobremesa leve tipo, nossa, que delícia, que REFRESCANTE. Eu gosto de comer doce e me sentir com 30 toneladas, já sendo empurrada para a cama, dormindo profundamente. E eu sei que isso não é o normal.

E brigadeiro de panela? Pelo amor. E Petit Gateau?! Uma pena que a globalização das sobremesas não existia em 2004, senão estaríamos todos aqui lendo o BEDA do Petit Gateau.com.br


9) Foto

Eu adoro minhas fotos de criança, porque eu era muito antipática, sempre. Quem eu quero enganar? Eu ainda sou, heheheh. Mas quando eu era pequena eu tive uma fase aos 9 meses que eu não conseguia parar de sorrir, por nada desse mundo. Foi numa viagem ao Rio, e eu estou gargalhando em todas as fotos. Todas. Eu poderia dizer que era um sinal divino que eu na verdade tenho a alma carioca desde sempre, mas a viagem que fiz aos 8 anos e que em todas as fotos eu queria star morta não irão me deixar mentir.

Mas bom, eu adoro essa foto aqui que me mostra com cabelo de Amelie, franja torta, e aquela carinha de quem adora fazer amigos.



E uma foto que eu tirei... Deixa eu pensar... Acho que não tem nenhuma que se destaque na minha cabeça. Estou sempre tirando fotos do Rio, e sempre tirando fotos de Dindi. Compartilho os dois assuntos sempre no meu instagram. E adoro as sessões de foto de Beebee dorminhoca. Olha esses olhinhos dissimulados. Olha essa cara cremosa. Não. Tenho. Estrutura.


Olha essa barriga!!!!!




10) Blog: A Beautiful Mess

Eu acompanho a Emma e a Elsie desde que a Elsie casou, e o vídeo do casamento dela saiu em todo o canto. Eu adoro o estilo de postagem com decoração, vida, receitas e moda, e tudo que elas fazem é mega competente. Depois de alguns anos, a vida das blogueiras acaba sendo um assunto natural para você, e você se importa mesmo com elas, do tipo ficar feliz com as conquistas, essas coisas. Eu acompanhei o casamento da Emma, acompanhei quando ela comprou o apartamento, e agora estou acompanhando a próxima mudança. Vibrei quando ela falou que ia abrir um bar. Pedi todo dia para ela postar uma receita de hashbrown, e eventualmente ela postou (claro que milhões de pessoas acessam, mas posso achar que foi para mim?).

Baixei os apps assim que lançaram, e se eu tivesse grana e o dólar não fosse esse absurdo, teria comprado da loja online que elas estão fazendo. Leio sempre, todos os dias, e ultimamente não tenho entrado tanto, ao ponto de não saber que a Elsie vai se mudar para Nashville (!), e ficar horas pesquisando o motivo e não encontrar hahahah. E apesar do blog hoje estar mais nas mãos das colaboradoras (amo a Laura), eu ainda acho incrível. Meu sonho é ter uma casa, decorar essa casa, e poder mandar as fotos para sair no blog, hahahah.


>>> Hoje a nossa blogueira favorita dos sete mares, Irala, também vai postar sobre as melhores coisas do fundo do mar. Corre lá!

  1. "ela fala como se fosse um palavrão, tem gente que tem essa habilidade. Minha avó é especialista, tenta ouvir ela falando cogumelo" será que eu sou retardada por SEMPRE dar risada quando lembro do episódio do cogumelo? Não tem base isso, mas dou risada sempre.

    Queria muito ter esse tino pra decoração, mas sou péssima e confesso que tenho preguiça. Na teoria acho muito legal, mas basta levar pra prática que prefiro ficar deitada e deixar as coisas como estão, pra que mexer de novo nesses móveis, meu Deus (eu pra minha mãe que de 15 em 15 dias resolve mudar a sala). Vou te chamar pra ser minha decoradora, viu? E já devo ter dito umas 18 vezes, mas a casa dos seus pais é demais de maravilhosa, quero uma assim quando eu crescer <3

    Beyoncé, Neil Gaiman e Arctic: sim, sim, sim
    Você e Beebee: MIL VEZES SIM AFF MARAVILHOSAS <3
    beijos!

    ResponderExcluir
  2. Que blog mais amor, Gabriela! E que post lindo, socorro! hahaha. Eu amei o modo como você escreve, é tão descontraído que parece que você está aqui conversando comigo. De verdade, adorei! Ri demais com os tópicos, principalmente na parte da Beyoncé, dos doces (sou exatamente como você nesse quesito! hahahaha sou fissurada por doces) e da foto de criança. Esse cabelinho de Amélie, que coisa mais fofa <3

    Lovecats | allieprovier.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Finalmente você e PlanPlan responderam esse meme porque amo demais e queria ler as respostas de vocês. Amiga, essas sapatilhinhas são uma graça mesmo, não sei como nunca tive nenhuma! E: seus batons vermelhos <33333
    Essa foto sua criança e essa foto de Beebee, fiquei meia hora ali olhando sem conseguir seguir no post porque COMO???????///

    Não vejo a hora de você e MB terem o cantinho de vocês porque tenho certeza que vai ser muito lindinho e eu quero viver visitando, hehehe.

    Te amo! <3

    ResponderExcluir
  4. "Eu amo suculentas, eu amo cobre, eu amo textura de bolinhas, eu amo branco e cinza, eu amo pés palito, eu amo essas estampas, eu amo subway tile, eu amo tudo isso combinado com aquela carinha de que achei numa feira/no lixo perto da minha casa"
    Muito eu. <3
    Chão de taco, móveis e objetos antiguinhos.
    Engraçado que pra mim gosto dessas coisas, mas quando vou projetar, sou mais moderna e minimalista. Vai entender.
    Nunca li nada do Neil Gaiman ainda. #vergonha
    Londres está nos meus sonhos de viagem, mas o primeiro lugar do meu coração é a Itália.
    Só conhecendo tudo pra saber.
    Mas Londres tem um negócio, umas cores que <3
    Minha relação com música é tipo assim, escuto por anos e depois esqueço, paro.
    Mas morro de preguiça de procurar coisas novas. Mas quando me apresentam, eu gosto. vai entender.
    E SAPATILHAS, amo todos os tipos. Essa de lacinho é muito amorzinho.
    "É por isso que eu uso óculos, disfarça e muito."
    Teve uma época que usei lente, o que teve de gente reparando nos defeeitos da minha cara. ;/
    Voltei a usar óculos, e amo mais que lente.
    Chocolate, amo de qq jeito, menos mousse.
    Essa foto, que fofa! Dindi sempre linda.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Não tô acreditando nesse post. Gente isso é um meme. UM MEME. Não é permitido que as pessoas transformem os memes em coisas tão mais LEGAIS do que eles já são. Brinks, é claro que é permitido. Assim como fiz com Plan, vou ir falando por tópicos porque sim, é mais fácil e eu não me perco na vida. Primeiro, já apoio post sobre decoração. Amei demais ler o que cê falou, por favor, continue. Ainda não li Neil Gaiman, mas no fundo sinto uma coisa boa, uma certezinha de que vou amar, sabe assim? Espero, de verdade, que eu não me decepcione no final.
    Lembro que quando eu ainda era uma fã aleatória que lia seu blog de cabo a rabo, li alguns posts sobre Londres e imediatamente quis me transportar pra lá. É um lugar que quero muito conhecer, ainda que não tenha mais aquele apeeeeeeeeeelo de antes, sabe?
    Arctic Monkeys, total não consigo curtir como o resto das pessoas. Tenho muitas muitas muitas amigas que são apaixonadas, mas não é muito pra mim. AGORA SAPATILHAS PFVR. Engraçado que antes eu sempre estava procurando sapatilhas super diferentonas e sempre me decepcionava pacas até que eu percebi que minhas preferidas eram essas simples, só com lacinho. Tenho três: uma nude, que usei na vossa despedida de solteira, uma preta e uma azul de glitter e amo todas, mas quero demais umas novas porque sim, tipo uma vermelha, que é necessidade de primeiro mundo (risos) e outra preta, mas de verniz (a que tenho parece camurça? não sei bem o que é aquilo).
    Seus batons: amor verdadeiro, amor eterno. Inclusive, sdds Lime Crime que nunca comprei porque não tenho cartão #realidades. Bey, rainha, musa, bow down bitches, who run the world etc.
    Fiquei encarando esse gif das sobremesas e me senti particularmente abraçada quando li o que cê tinha escrito porque "eu gosto de doce denso, pesado, quente, que enche a barriga e te dá um abraço vindo de dentro" e é isso. Te amo mais depois dessa.
    Por fim, quase não consegui manter o foco com essas fotos porque né, Baby Couth e Dindi, apenas não sei lidar. No mais, A Beautiful Mess é maravilhoso. Não leio mais com tanta frequência, mas amo demais, e te amo demais também #beesha <3

    beijo e mals pelo texto gigante

    ResponderExcluir
  6. Amigaaaaaaaaa como lidar com tanta identificação num post só?? Bey, bolo de cholocate, decoração modinha e A Beutiful Mess. Como lidar?? That's why we're friends <3

    ESSAS FOTOS. Olha essa cara, esse cabelo, esse olharrrrr. Te amo tanto amiga <3 Obrigada por ter respondido esse meme comigo.

    ResponderExcluir


25 anos. Mora no Rio de Janeiro, é carioca de alma, mas cearense de coração. É designer e está tentando se encontrar nesse mundo. Sou casada com meu melhor amigo, o Marcelo Bernardo, e mãe da Dindi the Boston.

Gosto de ler, de dormir de rede, de inspirações repentinas e de petit gateau. Mas o mundo seria muito melhor sem aliche gente que fura fila. Ah, e de vez em quando eu desenho.

Autora


Welcome

Tecnologia do Blogger.

Procura algo?

Arquivo do blog






Esse blog está vestido com as roupas e as armas de Jorge, porque ninguém há de copiar esses textos e ilustrações sem dar o devido crédito.