GABRIELA COUTH

Ela é o que meu médico receitou

Eu não nasci Gabriela Couth, ora vejam só. Meu nome é Gabriela Coutinho, e foi apenas na faculdade que começaram a me chamar de Couth: um drama pessoal de quem se chama Gabriela e nasceu nos anos 1990, é que em todos os ambientes você acaba convivendo com mais de uma Gabriela. Mas eu nasci Gabriela Cravo e Canela, em Fortaleza, Ceará, e morei no mesmo quarto do dia que eu nasci até os meus 24 anos.

É difícil falar um pouco sobre você, e mais difícil ainda é falar sobre você sem começar o texto falando como é complicado se descrever. Então. É complicado. Se estivéssemos numa entrevista de emprego, diria que sou calma, organizada, e faço tudo super rápido. Mas estamos no meu blog pessoal, e aqui eu posso dizer, entre outras coisas, que só faço rápido o que eu gosto. O resto eu me alterno fazendo, olhando receitas de bolo e gifs de cachorro - mas nunca perdi um prazo na minha vida por causa disso. Minha mãe trabalha com RH (juro!), e provavelmente vai me matar se eu continuar sendo sincera por aqui. E meu pai é psiquiatra, então pode ser que a minha loucura seja (um pouco mais) justificada.

Eu sempre gostei de desenhar e de escrever, mas a minha maior paixão é cachorro. Eu falo com todos os cachorros que cruzo na rua, tive um melhor amigo cão por 16 anos, e acho que parte da minha alma nasceu na Dindi, a minha Boston Terrier. Nós moramos longe uma da outra, mas nos falamos sempre por FaceTime (sim), e ela é a minha paixão. Todos os dias tenho saudades, ocasionalmente choro, mas também choro por milhões de outros motivos, especialmente vídeos de animais sendo resgatados.

Sou formada em moda, trabalhei como estilista, e hoje estou fazendo pós-graduação em Design de Estampas, que é o que eu gosto. Também faço ilustrações por encomenda, e convites para todas as ocasiões, numa marca/meu xodó chamada Le Choux. O meu trabalho está aqui, e você pode ver mais sobre a Le Choux aqui.

Fiz esse blog para ser um lugar no mundo onde eu pudesse escrever o que eu quisesse, sobre o que eu quisesse, e mostrar também um pouco o meu trabalho, as minhas ilustrações, e dar mais um grito nesse vazio cheio de coisa que é a internet. Consegui por aqui as melhores amigas do mundo, um prêmio de melhor blog pela revista abril em 2006 (mil anos!), alguns textos publicados na Capricho e algumas outras cositas.

Conheci o amor da minha vida aos 16 anos, e casei com ele aos 25. O Marcelo é o meu melhor amigo, o ouvinte das minhas melhores piadas e piores crises, e o meu par romântico em todos os duetos. Foi por causa do apoio dele que mudamos para o Rio, perseguindo o meu sonho: ser feliz. Estamos tentando nos estabelecer aqui, mas já dou spoiler dizendo que estamos muito, muito felizes.


Se quiser me conhecer melhor, dar um alô, chamar para um cookie (quero) ou um sorvete (sempre), ou para conhecer o seu cachorro (pelo amor de Deus!), entre em contato! Don't be a stranger!


  1. Bela ilustração.

    http://blogdanielice.blogspot.com.br/

    <3

    ResponderExcluir


25 anos. Mora no Rio de Janeiro, é carioca de alma, mas cearense de coração. É designer e está tentando se encontrar nesse mundo. Sou casada com meu melhor amigo, o Marcelo Bernardo, e mãe da Dindi the Boston.

Gosto de ler, de dormir de rede, de inspirações repentinas e de petit gateau. Mas o mundo seria muito melhor sem aliche gente que fura fila. Ah, e de vez em quando eu desenho.

Autora


Welcome

Tecnologia do Blogger.

Procura algo?






Esse blog está vestido com as roupas e as armas de Jorge, porque ninguém há de copiar esses textos e ilustrações sem dar o devido crédito.